Geral

Mãe abandonou filho em terreno baldio porque novo namorado é racista

A Polícia Civil identificou a mãe que abandonou uma criança no último sábado em Dourados, num terreno baldio localizado no cruzamento das ruas Francisco Luis Viegas com Joaquim Alves Taveira, na Vila Icassati. A mãe, de 22 anos, só foi identificada depois que a irmã dela a questionou sobre seu filho. Desde o sábado, dia […]

Arquivo Publicado em 04/07/2013, às 19h52

None
10297779.jpg

A Polícia Civil identificou a mãe que abandonou uma criança no último sábado em Dourados, num terreno baldio localizado no cruzamento das ruas Francisco Luis Viegas com Joaquim Alves Taveira, na Vila Icassati.

A mãe, de 22 anos, só foi identificada depois que a irmã dela a questionou sobre seu filho. Desde o sábado, dia que o garoto foi abandonado, a jovem passou a morar em Campo Grande, com um novo companheiro.

Para a irmã, a mãe disse ter levado o filho à Capital, no entanto, sem acreditar na história, a irmã decidiu ir ao Lar Santa Rita, local onde o garoto está abrigado depois de ser encontrado pelo Conselho Tutelar. A tia constatou que o garoto era o seu sobrinho, de 3 anos.

Após ficar ciente de que estava sendo procurada pela polícia, a mãe se apresentou à delegacia de Campo Grande, na manhã desta quinta-feira. Ela chegou a apresentar duas versões: uma que teria deixado o filho com o irmão, que abandonou a criança; e outra que o pai biológico teria ficado com o filho.

No entanto, durante o depoimento, a jovem decidiu contar a verdade, alegando que ela mesma abandonou o filho. O motivo seria o racismo do novo companheiro, que não aceitava criança negra.

O menino continuará no Lar Santa Rita até a decisão da justiça. A tia disse que entrará com um pedido de guarda. Já a mãe irá responder por abandono de incapaz.

Jornal Midiamax