De sucatas a modelos em condições de uso, o leilão de 298 veículos apreendidos com traficantes promovido pela Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça, foi considerado um sucesso. Além de carros, a lista também tinha mais 349 itens como celulares, balanças, aparelhos de som, rádios transmissores, bicicletas e até varas de pescar. O material leiloado neste sábado (30), em Brasília, foi apreendido pela Polícia Federal e pelas polícias Civil do Distrito Federal e de Goiás.

Segundo o coordenador-geral de Contencioso do Fundo Nacional Antidrogas (Funad), Amilcar Barbosa Cintra, a arrecadação deve ficar em torno de R$ 1,2 milhão. A verba será toda revertida para ações de prevenção e repressão ao tráfico de drogas.

A Senad faz os leilões desde 1988 e, ao longo dos anos, arrecadou cerca de R$ 33 milhões. O quinto e último leilão desse tipo este ano será no dia 4 de dezembro em Ibaté (SP).