Geral

Ladrões reviram escola durante a madrugada e furtam folhas de cheque

Os arruaceiros invadiram e reviraram salas de aula, cantina e diretoria. Equipamentos foram espalhados e vidros quebrados, mas a contabilização dos prejuízos ainda não foi realizada.

Arquivo Publicado em 30/03/2013, às 13h20

None
225811961.jpg

Os arruaceiros invadiram e reviraram salas de aula, cantina e diretoria. Equipamentos foram espalhados e vidros quebrados, mas a contabilização dos prejuízos ainda não foi realizada.

Ladrões invadiram a escola São Francisco, na rua 13 de maio, centro de Campo Grande. O empresário Claudinei De Sandri, 47, chegou cedo neste sábado (30) para instalar câmeras de segurança no local, quando viu as salas completamente reviradas e acionou a Polícia Militar.


Claudinei disse que estava fazendo um trabalho de instalação de câmeras na escola e teria vindo no final de semana para finalizá-lo. Durante a semana, ele instalou os equipamentos do lado externo e iria aproveitar o feriado para instalar as câmeras nas salas de aula, para monitoramento, a pedido dos pais de alunos.


Contudo, chegando ao colégio, ele viu balas pelo chão e em um primeiro momento pensou que estava havendo alguma atividade, mas quando entrou tudo estava revirado. O empresário acionou a polícia na mesma hora.


Os ladrões desligaram a energia, cortaram a cerca elétrica do muro lateral da escola e reviraram 13 salas de aula, cantina, direção, espalhando tudo. Vários envelopes que continham folhas de cheque foram furtados, impressoras estavam jogadas no chão e como não conseguiram arrombar a porta da secretaria, eles quebraram os vidros.


A Polícia Militar foi até o local, registrou a ocorrência e está fazendo o levantamento dos prejuízos. O dono da escola, que está viajando, foi acionado.


Claudinei disse que esse é o terceiro local que presta serviço essa semana, vítima de furto. “Os ladrões estão ficando cada vez mais especialistas”, comentou o empresário ao ver a energia e a cerca elétrica cortadas.

Jornal Midiamax