Geral

Júri de acusado de crime em 2009 é adiado por ausência do advogado de defesa

Estava marcado para esta quarta-feira (23), pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, o julgamento de A.C.R.V., acusado do homicídio de Rafael Faustino Gonçalves no dia 25 de dezembro de 2009, no bairro Jardim Zé Pereira. No entanto, o júri não foi realizado diante da ausência do advogado de defesa. O juiz […]

Arquivo Publicado em 24/01/2013, às 11h32

None

Estava marcado para esta quarta-feira (23), pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, o julgamento de A.C.R.V., acusado do homicídio de Rafael Faustino Gonçalves no dia 25 de dezembro de 2009, no bairro Jardim Zé Pereira. No entanto, o júri não foi realizado diante da ausência do advogado de defesa.


O juiz Alexandre Ito, em substituição legal na 2ª Vara do Tribunal do Júri, determinou a intimação do advogado faltante para justificar sua ausência no prazo de 24 horas. O acusado, que estava presente, desconstituiu seu advogado de defesa e afirmou que apresentará o nome de outro procurador até amanhã.

Jornal Midiamax