Geral

Jovem que teve mais de 80% do corpo queimado está há 36 dias em coma induzido na Santa Casa

O funcionário público Hugo Alvez Ledesma, que teve mais 80% do corpo queimado em Campo Grande, está internado há 36 dias em coma induzido no Centro de Terapia Intensivo (CTI) da Santa Casa, de acordo com familiares. O jovem foi encontrado com o corpo queimado, no último dia 27 de maio, logo após sair da […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 20h56

None
737732.gif

O funcionário público Hugo Alvez Ledesma, que teve mais 80% do corpo queimado em Campo Grande, está internado há 36 dias em coma induzido no Centro de Terapia Intensivo (CTI) da Santa Casa, de acordo com familiares.

O jovem foi encontrado com o corpo queimado, no último dia 27 de maio, logo após sair da casa da namorada, no bairro José Pereira.

O local onde o rapaz teve o corpo incendiado, fica em um terreno da Embrapa. Nenhuma testemunha disse em depoimento, ter visto Hugo acompanhado.

O delegado Natanael Balduíno, do 7° DP, aguarda o rapaz sair do coma induzido, para saber o que realmente aconteceu.

Júlio Cesar Alvez, irmão de Hugo, também diz não ter ideia do que pode ter ocorrido. Ainda de acordo com Júlio, a preocupação ultimamente é por conta da saúde do jovem.

“Ele está lutando para viver, está sendo difícil’, conta. Ainda de acordo com o Júlio, os médicos contam que o agente de saúde teve infecção, e também necessitou de doação de sangue.

O local que serve para cortar caminho, fica em meio a uma área rural da Embrapa é comumente usado para cortar caminho. Hugo nunca havia usado o atalho para chegar em casa, segundo o irmão, na época do ocorrido.

Jornal Midiamax