Geral

Jornalistas franceses sequestrados no Mali estão mortos, diz ministério

Os dois jornalistas franceses da Radio France Internacional (RFI) sequestrados no Mali foram encontrados mortos, informou neste sábado (2) o ministério das Relações Exteriores em Paris. “Claude Verlon e Ghislaine Dupont, jornalistas da RFI, foram achados mortos no Mali. Foram sequestrados em Kidal por um grupo armado. Os serviços do Estado francês, de maneira conjunta […]

Arquivo Publicado em 02/11/2013, às 18h53

None
1649018759.jpg

Os dois jornalistas franceses da Radio France Internacional (RFI) sequestrados no Mali foram encontrados mortos, informou neste sábado (2) o ministério das Relações Exteriores em Paris.


“Claude Verlon e Ghislaine Dupont, jornalistas da RFI, foram achados mortos no Mali. Foram sequestrados em Kidal por um grupo armado. Os serviços do Estado francês, de maneira conjunta com as autoridades do Mali, fazem tudo em seu poder para esclarecer, o mais rapidamente possível, as circunstâncias das mortes”.


Os dois jornalistas foram sequestrados neste sábado em circunstâncias ainda não reveladas.


O jornal digital mauritano “Saara Media” informou que os dois jornalistas estavam em Kidal para cobrir a celebração do aniversário da fundação do grupo separatista tuaregue Movimento Nacional de Libertação de Azawad (MNLA).


Já a edição digital do jornal malinês “Malijet”, afirmou que os dois jornalistas foram sequestrados por quatro homens quando se encontravam nas proximidades da casa de um dirigente do MNLA, que aparentemente tinha entrevistado pouco antes.


Os sequestradores teriam obrigado os jornalistas a entrar em um carro, que depois saiu em grande velocidade.


Este sequestro, que ainda não foi reivindicado por nenhum grupo, aconteceu poucos dias depois da libertação no último dia 29, de quatro cidadãos franceses que permaneceram três anos nas mãos do grupo terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico.

Jornal Midiamax