Geral

Jornal espanhol lamenta “pedreiras” no início e possível duelo com Brasil

O jornal espanhol El País foi sucinto em sua manchete: “Duas ‘pedreiras’ para a Espanha e o Brasil como possível rival nas oitavas”. É o resumo do diário sobre o sorteio dos grupos da Copa de 2014, nesta sexta-feira. A Espanha é a cabeça-de-chave do Grupo B e logo de cara enfrenta a Holanda, repetindo […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 20h23

None

O jornal espanhol El País foi sucinto em sua manchete: “Duas ‘pedreiras’ para a Espanha e o Brasil como possível rival nas oitavas”. É o resumo do diário sobre o sorteio dos grupos da Copa de 2014, nesta sexta-feira.

A Espanha é a cabeça-de-chave do Grupo B e logo de cara enfrenta a Holanda, repetindo o duelo que encerrou a Copa do Mundo de 2010, quando os espanhóis ganharam seu primeiro Mundial com uma vitória por 1 a 0 na prorrogação. Chile, com boa campanha nas eliminatórias, e Austrália completam o grupo.

O El País chamou de “ironia do destino” a estreia da Espanha contra a Holanda e considerou complicado o grupo complicado, “não apenas pela força da atual vice-campeã, mas também pela presença do Chile, o adversário mais temido pelo técnico espanhol [Vicente del Bosque].”

“Além disso, a Espanha corre o risco de enfrentar o Brasil nas oitavas de final caso fique em segundo no grupo”, acrescentou o jornal, apostando numa primeira colocação da seleção de Felipão no Grupo A – Brasil e Espanha só duelam nas oitavas se uma delas ficar em primeiro e a outra em segundo em seus respectivos grupos.

Os esportivos As e Marca também deram tom dramático aos rumos da Espanha, alertando para a dificuldade do Grupo B. OAs chamou a chave de “letal” e lamentou: “não tivemos sorte”.

O Marca, por sua vez, considera o duelo com a Holanda como “partida-chave” e diz que o jogo inaugural “marcará o caminho da Espanha no Mundial do Brasil”. “Dependendo do que acontecer, o jogo contra o Chile, na segunda rodada, pode ser definitivo para la Roja”, completou o jornal.

“O objetivo da Espanha será o primeiro lugar para, a princípio, evitar o Brasil nas oitavas de final. Sua principal rival será a Holanda, sem perder o Chile de vista. Uma falha pode eliminar ou condenar a Espanha a jogar contra o anfitrião”, analisou o Marca.

Jornal Midiamax