Geral

Ingleses lamentam jogo mais cedo em Manaus e atacam pressão de TV

A mudança no jogo de estreia da Inglaterra na Copa do Mundo de 2014 contra a Itália, em 14 de junho, em Manaus, irritou a imprensa britânica. A Fifa anunciou neste sábado que a partida, que aconteceria às 21h na capital amazonense, foi alterada para as 18h para acomodar outra mudança no mesmo dia – […]

Arquivo Publicado em 07/12/2013, às 19h41

None

A mudança no jogo de estreia da Inglaterra na Copa do Mundo de 2014 contra a Itália, em 14 de junho, em Manaus, irritou a imprensa britânica. A Fifa anunciou neste sábado que a partida, que aconteceria às 21h na capital amazonense, foi alterada para as 18h para acomodar outra mudança no mesmo dia – Costa do Marfim x Japão, no Recife, que passou das 19h para as 22h.


Para os jornais The Guardian e Daily Mail, porém, a mudança atende a outro interesse – o de emissoras de TV preocupadas com a baixa audiência caso o horário da partida se mantivesse. Na Europa, a partida seria transmitida às 2h da manhã em horário local; com a mudança, o jogo passou para as 23h, uma hora mais acessível a telespectadores.


Segundo o Guardian, a Inglaterra “manifestou preferência por jogar à noite, quando as temperaturas seriam mais baixas, mas a Fifa mudou o horário após sofrer pressão de emissoras”. O Daily Mail escreveu que as chances inglesas “sofreram um golpe” com a troca de horário, e que os pedidos do técnico Roy Hodgson foram ignorados.


Esta não é a primeira polêmica em que os ingleses se envolvem na Copa do Mundo: o próprio Hodgson causou mal-estar com a prefeitura de Manaus ao comentar, antes mesmo do sorteio, que a capital amazonense era “a sede a ser evitada”, por conta de fatores como distância, umidade e calor. Em resposta, o prefeito Arthur Virgílio Neto disse que a Inglaterra não seria bem-vinda e que esperava uma seleção com “futebol melhor”.

Jornal Midiamax