Geral

Imagens mostram que assassinos seguiram delegado da casa até escola; veja o vídeo

A Polícia Civil analisa imagens de três câmeras, localizadas no trajeto e próximo à escola onde o delegado aposentado Paulo Magalhães Araujo, 57 anos, foi assassinado. O crime ocorreu há uma semana no Jardim dos Estados, em Campo Grande. As imagens revelam que os assassinos perseguiram a vítima da sua casa até o local da execução. […]

Arquivo Publicado em 03/07/2013, às 21h08

None

A Polícia Civil analisa imagens de três câmeras, localizadas no trajeto e próximo à escola onde o delegado aposentado Paulo Magalhães Araujo, 57 anos, foi assassinado. O crime ocorreu há uma semana no Jardim dos Estados, em Campo Grande. As imagens revelam que os assassinos perseguiram a vítima da sua casa até o local da execução.

De acordo com o delegado Edilson Santos, titular da Delegacia de Homicídios (DEH), uma das imagens, a duas quadras da escola da filha da vítima, mostram os autores, piloto e garupa passando pelo local antes da execução.

Às 16h10, na verdade 17h10, por conta da regulação do horário, as câmeras captam o delegado na rua de sua casa, em sua caminhonete Land Rover branca, sendo seguido pelos autores.

De acordo com a polícia, às 16h29min03, as imagens captadas, mostram a dupla transitando no cruzamento da rua Alagoas com a Piratininga.

Já às 16h29min50, são captadas imagens de Paulo Magalhães fazendo a conversão na esquina da rua Alagoas, via da escola. Vinte segundos depois, mostra a dupla seguindo o delegado aposentado.

Dez minutos depois, às 16h39min11, os autores passam novamente, dessa vez ao lado de um veículo Fiat Uno branco. Seis segundo após, o piloto da moto faz o retorno na rua, e vai em direção à escola.

A DEH, também tem imagens do momento em que Paulo Magalhães saía de casa, em direção à escola da filha. Uma terceira câmera, de acordo com a polícia, foi a que melhor captou a cena do assassinato.

Ainda segundo Edilson Santos, as imagens servem para tentar identificar os autores e entender o percurso da ação dos marginais. “O tempo estava chuvoso, dificultando na identificação das placas”, conta o delegado.

Crime

Paulo foi executado com ao menos seis tiros, de pistola de 9mn, que o atingiram na cabeça e tórax. Aparentemente a dupla estava com roupas e capacetes pretos, numa moto Honda CB-300. Leia mais em matéria relacionadas.


Jornal Midiamax