Geral

Há dez anos, ele faz o Natal de crianças carentes mais feliz em Campo Grande

Desde 1994, João Alberto Soares de Oliveira, 56 anos, ajuda crianças carentes a ter a vida um pouco melhor. De início, ajudava com alimentos a creche do próprio bairro, no bairro Estrela do Sul. Mas, aos poucos a vontade de ajudar aumentou e quando viu trabalhava em prol das crianças da creche do bairro, da […]

Arquivo Publicado em 19/12/2013, às 17h43

None
46844742.jpg

Desde 1994, João Alberto Soares de Oliveira, 56 anos, ajuda crianças carentes a ter a vida um pouco melhor. De início, ajudava com alimentos a creche do próprio bairro, no bairro Estrela do Sul. Mas, aos poucos a vontade de ajudar aumentou e quando viu trabalhava em prol das crianças da creche do bairro, da creche da Santa Casa, seu local de trabalho, e da Comunidade São Benedito e Saraiva. Hoje ele também leva brinquedos às crianças da comunidade na época natalina.

João revela que tudo começou por causa do próprio filho, Fernando, o caçula da família. Ele lembra que o menino estudava na creche e ao deixá-lo no local via a necessidade pela qual as crianças passavam. “Eu ficava pensando. Via que tinha tanta criança que não tinha nada, enquanto outros têm tanto”, explica.

E diferentemente do habitual, onde as pessoas veem de tudo, mas deixam para lá, acreditou que o problema era sim com ele e decidiu que poderia ajudar, transformar.

No começo passou a levar alimentos para ajudar com a creche. Foram anos de doações. E quando foi trabalhar na Santa Casa em 2004 viu que lá a realidade não era diferente, e passou a levar alimentos para as crianças de lá também.

A vizinha Maria Paula Ferreira conheceu o projeto, se identificou e começou a colaborar também. E o trabalho que era feito por duas mãos, passou a ter por quatro. E os dois, com ajuda de doações de parceiros, começaram a alegrar as crianças na Páscoa, Festa Junina, Dia das Crianças e Natal. A festa aumentou. “Comecei a ajudar e não parei mais. Fazíamos muitos eventos para alegrar as crianças”, diz.

A alegria dele, revela, está em ver a felicidade dos pequenos ao receber o brinquedo, o doce e até mesmo o prato de comida. “A reação delas é maravilhosa. Quando eu chego e entrego o brinquedo, a comida elas ficam todas eufóricas”, conta.

Uma das cenas que mais o marcou, revela, foi quando conheceu uma família com seis crianças na Comunidade São Benedito que não tinha o comer nos fins de semana. “Durante a semana elas ficam na escola e na creche, e lá se alimentam. Mas, nos fins de semana estavam comendo só pepino e sal”, diz com aperto no coração.

Desde que conheceu as crianças, ela entrega marmitex nos fins de semana para a família. E neste sábado, as crianças assistidas e outras 94 vão receber brinquedos para celebrar o Natal. João, Paula e outra amiga, que não quer ter o nome publicado, contam que conseguiram comprar 100 brinquedos para levar para comunidade. A entrega será a partir das 13 horas, na rua do Seminário, próxima a Igrejinha da Tia Eva.



Jornal Midiamax