Geral

Gêmeas siamesas estão há oito dias em estado grave na Santa Casa em Campo Grande

Com pré-natal feito em Naviraí, uma mulher que não teve a identidade revelada deu à luz gêmeas siamesas ligadas pela barriga na Santa Casa de Campo Grande no último dia 28 de novembro. Desde então, as crianças estão internadas em estado grave. Sem autorização da família para repassar maiores informações,  o hospital divulgará uma nota […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 15h36

None

Com pré-natal feito em Naviraí, uma mulher que não teve a identidade revelada deu à luz gêmeas siamesas ligadas pela barriga na Santa Casa de Campo Grande no último dia 28 de novembro. Desde então, as crianças estão internadas em estado grave.


Sem autorização da família para repassar maiores informações,  o hospital divulgará uma nota à imprensa na tarde desta sexta-feira (6), a ser preparada em conjunto com os médicos que acompanham o caso. O hospital não soube informar se no pré-natal a mãe já sabia que as filhas estavam unidas pelo tórax.


Estima-se que dentre 40 gestações de gêmeos idênticos, uma resulta em gêmeos interligados por não separação completa, formando os siameses. Também é possível que os gemes se desenvolvam separadamente e em certa fase da gestação se unam por alguma parte do corpo.


O hospital vai verificar a existência de parto semelhante, mas diz que há ao menos dois anos um caso dessa natureza não é registrado.


Os bebês são duas meninas e a mãe, de Naviraí, teve as crianças após uma cesariana e está em Campo Grande acompanhando a internação das filhas. Ela já é mãe de outra criança.

Jornal Midiamax