Geral

Gaeco do MT prende em Ponta Porã traficante que distribuía drogas ao PCC

Foi presa em Ponta Porã (MS) na manhã desta quarta-feira (27), a traficante Cintia Raquel Rivas Dias, conhecida pela polícia brasileira por ser a grande responsável em abastecer quadrilhas que procuram a região para comprar e negociar drogas. Entre as facções criminosas ‘clientes’ de Cintia está o Primeiro Comando da Capital (PCC) – que em […]

Arquivo Publicado em 27/03/2013, às 18h15

None

Foi presa em Ponta Porã (MS) na manhã desta quarta-feira (27), a traficante Cintia Raquel Rivas Dias, conhecida pela polícia brasileira por ser a grande responsável em abastecer quadrilhas que procuram a região para comprar e negociar drogas. Entre as facções criminosas ‘clientes’ de Cintia está o Primeiro Comando da Capital (PCC) – que em Mato Grosso seria financiado por João Batista Vieira dos Santos, preso no último domingo (24).

Junto com a traficante, foram presas outras 14 pessoas que também são acusados de comprar e distribuir drogas nos estados de Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. A operação foi desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) após investigações do Ministério Público do Estado de Mato Grosso.

Segundo o Gaeco, o grupo estava sendo monitorado desde janeiro de 2013. Neste período, além das prisões, uma tonelada e 112 kg de maconha foram apreendidos com os integrantes do bando.

Os trabalhos de investigação tiveram início com a apreensão de 366 kg de maconha na região de Dourados (MS) ocorrida no dia (19/01). Sem saber que estavam sendo monitorados pela polícia, integrantes do grupo tentaram sair com a droga da região de Ponta Porã (MS) com destino ao interior de São Paulo, mas foram presos no trajeto.

A segunda ação frustrada do bando aconteceu no dia (24/01), quando Cleriel Miranda da Silva foi preso na cidade de Rondonópolis (MT) ao transportar no porta-malas e no banco traseiro do carro 253 kg de maconha, na ocasião, ele declarou à polícia que foi contratado para fazer a viagem de Coxim (MS) à Cuiabá (MT), local onde a droga seria entregue.

A terceira investida mal sucedida do bando aconteceu no dia (24/03) quando outros três integrantes da quadrilha foram detidos em uma barreira policial na cidade de Rondonópolis (MT), eles traziam de Ponta Porã (MS) para Cuiabá (MT) 240 kg de maconha. Na ocasião, além de um dos líderes e financiadores da quadrilha, João Batista Vieira dos Santos (PCC), também foi preso o batedor e responsável pela escolta, Antônio Aparecido Nascimento Santana e o motorista do veículo que transportava os entorpecentes, Ruan Feitosa Pereira.

No mesmo dia (24/03), outra parte do grupo foi detida quando transportava 253,4 kg de maconha na BR 463 no Município de Ponta Porã (MS) para São Paulo, local onde a droga seria vendida.

(Com informações do MPE-MT)

Jornal Midiamax