Geral

Fluminense vence Bahia, mas passa vergonha com retorno à Série B

O Fluminense refez o caminho que sua torcida tanto temia. Neste domingo, o time do técnico Dorival Júnior venceu o Bahia por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, mas foi mais uma vez rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. Assim como na década de 1990, quando passou por vexames seguidos, o time do […]

Arquivo Publicado em 08/12/2013, às 21h44

None
1631077636.jpg

O Fluminense refez o caminho que sua torcida tanto temia. Neste domingo, o time do técnico Dorival Júnior venceu o Bahia por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, mas foi mais uma vez rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. Assim como na década de 1990, quando passou por vexames seguidos, o time do Rio de Janeiro se despediu da elite nacional.

A situação do Tricolor das Laranjeiras era dramática antes mesmo de iniciar esta última rodada, já que o clube precisava da vitória em Salvador e ainda contar com tropeços de Coritiba e Vasco. Apesar de ter cumprido seu dever, o Fluminense foi rebaixado porque o Coxa venceu o São Paulo e se manteve na Série A.

Com Fred nas tribunas, em função da lesão muscular que o tirou de boa parte do campeonato, o Fluminense saiu atrás no placar, já que o gol de William Barbio deu vantagem ao Bahia. No segundo tempo, quando partiu no desespero para o ataque, o Tricolor virou com Wagner e Samuel, mas não havia mais nada a ser feito.

As quedas atormentaram também o clube das Laranjeiras na última década do século passado. No Brasileirão de 1996, o Tricolor terminou na zona de rebaixamento, mas foi mantido na elite na temporada seguinte pela organização. Porém, o Fluminense repetiu os erros em 1997 e, desta vez, caiu para a segunda divisão.

No ano seguinte, a péssima campanha na Série B derrubou o time do Rio de Janeiro para a terceira divisão nacional. Assim, em 1999, o Fluminense jogou a Série C, sendo campeão. Em vez de ter subido para a segunda divisão, o time foi direto para a elite novamente, participando da Copa João Havelange de 2000.

Jornal Midiamax