Geral

Flamboyant cai em cima de carro na área central de Corumbá

Um grande barulho foi o aviso que levou Fernando Antônio Batesti de Oliveira a presenciar uma cena que lhe causou um susto. A caminhonete dele, estacionada embaixo a uma árvore, acabou sendo alvo de um grande galho de árvore que se desprendeu e caiu sobre o veículo. O incidente aconteceu na tarde de domingo, 20 […]

Arquivo Publicado em 21/01/2013, às 16h38

None
1624351498.bmp

Um grande barulho foi o aviso que levou Fernando Antônio Batesti de Oliveira a presenciar uma cena que lhe causou um susto. A caminhonete dele, estacionada embaixo a uma árvore, acabou sendo alvo de um grande galho de árvore que se desprendeu e caiu sobre o veículo.



O incidente aconteceu na tarde de domingo, 20 de janeiro, na rua 7 de Setembro, próximo ao cruzamento da rua Delamare, na área central da cidade, onde uma equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada para ajudar a retirar o grande galho que se apoiava no capô do carro.



O proprietário explicou que usa a caminhonete a trabalho e que no momento da queda do galho, estava no andar térreo do prédio onde mora, quando ouviu um barulho forte.



“Saí para ver o que era e me deparei com a árvore em cima do meu carro”, disse, enquanto avaliava os estragos causados pelo peso do galho. “Isso é poda irregular, pois a planta fica desequilibrada de um lado e acaba pendendo esse peso”, criticou o proprietário que informou que irá procurar o ressarcimento junto à Prefeitura Municipal.



Antes de procederem a poda da parte da árvore que caiu, os bombeiros tiveram que amarrá-la para retirar de cima do veículo, pois havia o risco de, ao tentar retirar o carro, os danos ficassem maiores. A árvore em questão é um Flamboyant, relativamente jovem, em relação a outros exemplares encontrados na mesma rua e, visivelmente, não demonstrava sinais de problemas fitossanitários.



A bióloga, Daniela Lopo, da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, explicou que uma equipe irá analisar a árvore para poder avaliar os reais motivos da queda. Ela aponta que os motivos podem ter sido vários, desde um desgaste natural da planta até a queda causada pela passagem de um caminhão ou veículo pesado pelo local, entre outros.



A bióloga afirmou que a poda é feita de forma correta e regular, informando que a última aconteceu ainda em dezembro do ano passado e que esse trabalho já se iniciou, inclusive pela rua 7 de Setembro, mesma via onde ocorreu o incidente.



“Nessa época do ano, devido às chuvas, as árvores ganham mais massa e por isso a gente procede a poda, inclusive por estar próximo ao carnaval, período quando circulam nas ruas da área central, os carros alegóricos das escolas que se deslocam para o desfile”, explicou.



Com relação à árvore envolvida no incidente, ela disse que deverá ser feita uma poda de equilíbrio, uma vez que ela perdeu um grande galho. Se houver a necessidade, a árvore poderá até ser retirada do local, caso apresente risco à segurança da população.


Jornal Midiamax