Geral

Física faz denúncias, mostra documentos e deixa Célia sem reação

A física nuclear do Hospital Universitária, Regina Borges Prestes César, deixou a reitora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Celia Maria de Oliveira, sem reação após mostrar documentos revelando a situação da radioterapia. Questionada pelos vereadores da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde, Regina manteve as denúncias que realizou em oitiva […]

Arquivo Publicado em 04/07/2013, às 20h21

None
1573751214.jpg

A física nuclear do Hospital Universitária, Regina Borges Prestes César, deixou a reitora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Celia Maria de Oliveira, sem reação após mostrar documentos revelando a situação da radioterapia.


Questionada pelos vereadores da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde, Regina manteve as denúncias que realizou em oitiva na Câmara Municipal. Para reforçar as afirmações, a física mostrou documento, assinado por Celia, que dá a responsabilidade da radioterapia do HU à Regina.


“Como ela pode falar que não sabia da situação da radioterapia se ela mesmo assinou este documento”, disparou Regina, mostrando os papéis, também assinados pela presidência do Inca (Instituto Nacional do Câncer) à imprensa.


Visivelmente constrangida, Célia rebateu, afirmando que “assina muitos documentos todos os dias”, e que só não aceitou o acelerador nuclear oferecido pelo Ministério da Saúde por falta de pessoal qualificado.


A CPI pediu os documentos à física nuclear Regina, para apurar as denúncias da profissional.

Jornal Midiamax