Geral

Fim do horário de verão gera polêmica e divide opiniões

Independente das adaptações do corpo e da economia de energia, o horário de verão sempre foi polêmico. Há quem ame e quem odeie. A população de Campo Grande se divide. A auxiliar de limpeza Maria Alice Samaniego, 60 anos, acredita que com o sol em abundância e o dia mais longo é possível aproveitar melhor […]

Arquivo Publicado em 16/02/2013, às 11h12

None
116408432.jpg

Independente das adaptações do corpo e da economia de energia, o horário de verão sempre foi polêmico. Há quem ame e quem odeie. A população de Campo Grande se divide.

A auxiliar de limpeza Maria Alice Samaniego, 60 anos, acredita que com o sol em abundância e o dia mais longo é possível aproveitar melhor e fazer mais atividades. “A gente consegue fazer mais coisas no horário de verão porque o dia é mais longo. Eu prefiro mais”.

Carleuza Zefelina da Conceição, 54 anos, atendente, concorda com os argumentos e afirma que o horário de verão lhe dá a sensação de dias mais longos. “Para quem trabalha fora e chega em casa cheia de afazeres domésticos, o melhor é o horário de verão porque o dia rende mais”,

Boa parte das pessoas prefere o horário normal. O argumento é de que a noite de sono é melhor aproveitada. “A noite fica mais longa e a gente descansa melhor. Com isso a disposição para fazer os trabalhos de casa e para cuidar das crianças é maior”, Maria da Silva de Oliveirta Souza, 61 anos, dona de casa

O autônomo Adairson Candido Figueiredo, 48 anos, afirma que se sente mais seguro com o horário tradicional. “Prefiro o horário normal porque a gurizada sai de manhã e está escuro no horário de verão. A gente fica mais tranquilo quando está de dia”, opina.

Jornal Midiamax