Geral

Fifa exalta diversidade musical brasileira no encerramento

Com uma show que buscou mostrar a diversidade da produção musical brasileira, do axé ao samba, passando pela MPB e sertanejo, intitulado “Juntos num só ritmo”, a Fifa promoveu uma cerimônia de encerramento eletrizante, 90 minutos antes da decisão da Copa das Confederações. Não tinha como dar errado. O público pulou ao som de Ivete […]

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 19h48

None
1021873606.jpg

Com uma show que buscou mostrar a diversidade da produção musical brasileira, do axé ao samba, passando pela MPB e sertanejo, intitulado “Juntos num só ritmo”, a Fifa promoveu uma cerimônia de encerramento eletrizante, 90 minutos antes da decisão da Copa das Confederações.


Não tinha como dar errado. O público pulou ao som de Ivete Sangalo, de branco, cantando um sucesso seu e literalmente sambou quando a bateria da Grande Rio entrou no Maracanã. Juntos, todos os artistas cantaram “País Tropical”, de Jorge Ben Jor. Ao final do show, parte do público entoou o grito de “Mengo!”, numa homenagem ao cantor.


Pontualmente às 17h25, Arlindo Cruz abriu a cerimônia, cantando “Meu Lugar”, louvação ao bairro de Madureira, que diz: “O meu lugar,é cercado de luta e suor, esperança num mundo melhor, e cerveja pra comemorar.”


Victor & Leo, representando o sertanejo, também empolgaram o público. Foram seguidos por Jorge Bem, que cantou música bem apropriada ao local: “Umbabarauma, homem gol”. Diz a letra: “Pula,pula, cai, levanta, mete, gol, falta,cabeceia, chuta e agradece. Olha que a cidade toda ficou Vazia nessa tarde de domingo só para lhe ver jogar.”


Antes mesmo de começar a cerimônia, o público já mostrava empolgação. Os telões do estádio mostraram imagens do ônibus da seleção brasileira chegando ao estádio e, em seguida, de jogadores da Espanha sentados no chão. Os aplausos, para o primeiro, e as vaias, para o segundo, foram bem generosos.

Jornal Midiamax