Geral

FCMS abre a temporada 2013 do Sarau Cultural

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) realiza na próxima terça-feira (02 de abril), a partir das 19h, o primeiro Sarau de 2013 do Centro Cultural José Octávio Guizzo, completando sua 23ª edição, reunindo pessoas e divulgando a rica identidade sul-mato-grossense. A participação é livre e o evento é gratuito. Durante duas […]

Arquivo Publicado em 29/03/2013, às 14h51

None
1193728175.jpg

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) realiza na próxima terça-feira (02 de abril), a partir das 19h, o primeiro Sarau de 2013 do Centro Cultural José Octávio Guizzo, completando sua 23ª edição, reunindo pessoas e divulgando a rica identidade sul-mato-grossense. A participação é livre e o evento é gratuito.

Durante duas horas, das 19 às 21h, intervenções de música, poesia, dança e teatro, se espalham nas instalações do Centro Cultural apresentando a produção de artistas locais e visitantes com o intuito de mostrar e trocar experiências nas variadas artes. Além dos artistas convidados, o Sarau abre espaço também para intervenções do público.

Nessa edição o evento já tem participação confirmada dos Trovadores do Tempo, Cia. das Artes, Dança Flamenca com as alunas da professora Maria Helena Pettengill e música com o instrumentista Ivan Cruz e a flautista Camila Souza.

A paixão pela música e pelo teatro fez nascer em 1998, em Campo Grande (MS), o Grupo Vocal Trovadores do Tempo. Miska, Adriane Cação, Daniel Nogueira, Rodrigo Bueno e Simone Vieira Carvalho Gomes são os integrantes da atual formação, desde 2009.

A Cia. das Artes dá uma amostra do que será Luz e Magia – um espetáculo de jardim… Ganhador do Prêmio Rubens Corrêa de Teatro/2012, o espetáculo é o resultado de uma pesquisa no universo do Teatro de Bonecos. Concebido para ser apresentado em espaços alternativos é uma criação dos artistas Ramona Rodrigues, Lício Castro e Dagoberto Pedroso.

Maria Helena Pettengill Fernandes é graduada em Educação Física pela UFMS, Pós-graduada em Arteterapia pela Anhaguera-Uniderp, diretora da Cia de Artes Embrujos de España e Cia de Artes Anhanguera-Uniderp, coordena desde 2004 o Projeto Arte e Cultura Anhanguera-Uniderp, Presidente da Associação Sul-Mato-Grossense dos Profissionais de Dança.

Ivan Cruz faz parte do “Choro Opus Trio” que desenvolve um trabalho de resgate e registro do choro que pode ser considerado como a primeira música urbana tipicamente brasileira. Os primeiros conjuntos surgiram por volta de 1880 no Rio de Janeiro, antiga capital do Brasil, nascidos nas biroscas do bairro Cidade Nova e nos quintais dos subúrbios cariocas.

Camila Souza é formada em Música pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), já lecionou na Escola de Música Tom Maior, no projeto Arte e Cultura nas escolas municipais Irmã Irma Zorzi e Sulivan Silvestre Oliveira.

Origem do Sarau

Do latim seranus, sarau é um evento cultural onde as pessoas se encontram para se expressarem artisticamente. Evento bastante comum no século XIX, consiste em uma reunião festiva que ocorre à tarde ou no início da noite, apresentando dança, poesia, leitura, música acústica e também outras formas de arte como pintura, teatro, performances artísticas e literárias.

Serviço – Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo que fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre as ruas Calógeras e a 14 de Julho.

Jornal Midiamax