Geral

Família busca solução para caso de menina de 9 anos que pesa 113 kg no Rio

A menina Maria Eduarda Cavalheiro, de nove anos, luta para se livrar da obesidade e conseguir ter uma vida normal. Com 113 kg, ela se cansa facilmente e não consegue brincar com os amigos no colégio. O sobrepeso é um mistério. A alimentação da garota é controlada, segundo afirma a família. O problema começou quando […]

Arquivo Publicado em 18/12/2013, às 11h56

None
602434091.jpg

A menina Maria Eduarda Cavalheiro, de nove anos, luta para se livrar da obesidade e conseguir ter uma vida normal. Com 113 kg, ela se cansa facilmente e não consegue brincar com os amigos no colégio. O sobrepeso é um mistério. A alimentação da garota é controlada, segundo afirma a família. O problema começou quando ela era bebê.

Com quatro meses de vida, Duda pesava 19 kg. Nenhum médico procurado pela família jamais soube explicar o motivo da obesidade.

A avó leva Maria Eduarda à escola caminhando. É o único exercício físico que a menina faz diariamente. A criança contou à reportagem que tem o sonho de brincar como uma criança comum. Ela gostaria de se divertir pulando corda ou no pula-pula.

A menina passa o tempo com joguinhos no computador. A família evita que ela coma alimentos muito calóricos. As duas irmãs são obrigadas a comer guloseimas escondidas, para Maria Eduarda não sentir vontade.

Maria Eduarda usa um avatar de uma modelo para se representar na internet. Ela tem esperança de ficar magra e linda quando crescer.

A avó já levou a menina a diversos hospitais públicos. Maria Eduarda passou por inúmeros exames, sem que nenhum profissional desse uma explicação conclusiva.

A menina tem uma bicicleta, que está encostada no quintal há anos. O objetivo dela é aprender a pedalar depois de emagrecer.



Jornal Midiamax