Geral

Empresa da ‘máfia dos uniformes’ vai confeccionar roupas para escolas de Dourados

Dourados pegou ‘carona’ na ata da prefeitura municipal de Campo Grande avaliada em R$ 71 milhões da qual a Nilcatex saiu vencedora mais uma vez.

Arquivo Publicado em 24/01/2013, às 13h56

None
1371461051.jpg

Dourados pegou ‘carona’ na ata da prefeitura municipal de Campo Grande avaliada em R$ 71 milhões da qual a Nilcatex saiu vencedora mais uma vez.

Os uniformes escolares de 2013 para os alunos da rede municipal de Dourados – distante a 225 km de Campo Grande, serão confeccionados pela empresa Nilcatex. O prefeito, Murilo Zahuit (PSB) pegou carona (aderiu) na ata de preços do Governo do Estado, conforme publicação em diário oficial do município.

No ano passado, a qualidade dos kits foi alvo de reclamações dos douradenses. A empresa é investigada nos estados de Roraima, Paraná e São Paulo por formação de cartel, superfaturamento e pagamento de propina a políticos.

De acordo com o Termo de Homologação Carona nº 003/2012, publicado no diário oficial de Dourados desta terça-feira (22), a prefeitura vai adquirir camisetas para as escolas municipais, indígenas e centros de educação infantil, por meio de adesão de ata de registro de preços nº 002/2012, do Governo do Estado, instaurada através do pregão presencial nº 307/2011 SAD. O número de camisetas não é informado na publicação, nem o valor contratado.

Por meio do site da Central de Compras do Governo, o número do pregão presencial 307/2011 SAD não existe. A reportagem tentou falar com a Secretaria Estadual de Administração, mas não obteve resposta. Contudo, a prefeitura de Campo Grande realizou pregão presencial com a mesma numeração, no dia 05 de janeiro de 2012, avaliada em R$ 71 milhões, para aquisição de uniformes para a Secretaria de Educação da Capital, da qual a Nilcatex saiu vencedora.

Em 2012, a Nilcatex forneceu os kits em Dourados, que segundo a prefeitura contaria com 13 itens, que seriam lápis de cor, cadernos, apontador, lápis, caneta, borracha, mochila e outros. Contudo pais de alunos informaram que foram entregues apenas duas camisetas e um caderno, “todos de péssima qualidade”, conforme uma mãe que pediu para não ser identificada. As camisetas custaram R$ 12,81 cada e o caderno R$ 13,80.

A época, o secretário de educação Valteir Betoni chegou a dizer publicamente que o restante do material estava estocado na sede da Semed (Secretaria Municipal de Educação), aguardando a mochila para serem distribuídos aos alunos, mas esses materiais jamais foram vistos pelo alunos.

Segundo a publicação no diário oficial de Dourados do dia 17 de fevereiro de 2012, o contrato total foi de R$ 12,9 milhões. Entretanto, notas fiscais de posse da imprensa local apontam que a montagem do ‘kit escolar’ somou R$ 1,3 milhão.

Indignados

Os pais dos alunos das escolas douradenses se dizem ‘indignados’ com a promessa da entrega do kit, que não aconteceu. Uma mãe que não quis se identificar disse que o prefeito usou o dinheiro público pra fazer propaganda e ainda acabou causando transtornos para as famílias.

Segundo ela, todos os anos a família comprava o material. Em 2012 o prefeito informou que daria todo o material. “As camisetas demoraram muito pra chegar. Já os materiais, três meses depois, quando os professores já estavam penando pra dar aula, a escola mandou a lista pra nós. O problema é que a gente já tinha gasto o dinheiro do material, porque a prefeitura disse que ia dar. Foi o maior transtorno pra conseguir arrumar esse dinheiro de novo”, contou.

Outro pai que pediu para não ser identificado foi categórico ao afirmar que pelo valor de R$ 13,80, seria possível comprar um caderno de qualidade muito superior ao entregue pela prefeitura.

Um dos alunos destacou que “até crianças sabem que se comprar um produto em grande quantidade o preço cai”, fazendo alusão ao preço das camisetas, pelo qual o lote fechado foi comprado por R$ 12,81 a unidade.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Dourados, mas até o momento não obteve resposta.

Jornal Midiamax