Geral

Em depoimento na CPI, Defesa Civil diz que faltam engenheiro para laudos na Homex

Acionado pelos moradores do condomínio “Varandas do Campo” da Homex, o major Luídson Noleto, da Defesa Civil de Campo Grande, esclareceu na tarde desta terça-feira (3) que a falta de um engenheiro civil no corpo técnico impediu laudos mais detalhados sobre problemas na estrutura dos imóveis. “Em 2012 em nenhuma das intervenções foi constatado que […]

Arquivo Publicado em 03/12/2013, às 19h03

None

Acionado pelos moradores do condomínio “Varandas do Campo” da Homex, o major Luídson Noleto, da Defesa Civil de Campo Grande, esclareceu na tarde desta terça-feira (3) que a falta de um engenheiro civil no corpo técnico impediu laudos mais detalhados sobre problemas na estrutura dos imóveis.


“Em 2012 em nenhuma das intervenções foi constatado que tivéssemos que embargar a obra ou isolar. Constatamos alguns problemas de rachaduras, infiltrações e entregamos os laudos para os moradores solicitantes com orientações, já que não há um engenheiro civil no nosso corpo técnico”, informou aos vereadores durante oitiva da CPI da Homex.


Foram cinco intervenções solicitadas em 2012 por moradores. Em 2013, quatro intervenções foram solicitadas através da Justiça no condomínio Andorinhas.


“Orientamos que um engenheiro civil fizesse um laudo e até solicitamos à Seintrha um profissional da área. Mas não identificamos risco eminente que justificasse a intervenção”., informou.

Jornal Midiamax