Geral

Eleições suplementares levarão 36,8 mil eleitores de MS às urnas no domingo

As eleições suplementares de domingo (7) obrigarão 36.855 eleitores a comparecerem às urnas para escolher novo prefeito nos municípios de Jardim, Bela Vista e Figueirão. Os eleitores deverão voltar às urnas por causa da cassação dos eleitos em outubro de 2012. Como os prefeitos conseguirão mais de 50% dos votos, o Tribunal Regional Eleitoral teve […]

Arquivo Publicado em 03/07/2013, às 19h15

None

As eleições suplementares de domingo (7) obrigarão 36.855 eleitores a comparecerem às urnas para escolher novo prefeito nos municípios de Jardim, Bela Vista e Figueirão. Os eleitores deverão voltar às urnas por causa da cassação dos eleitos em outubro de 2012. Como os prefeitos conseguirão mais de 50% dos votos, o Tribunal Regional Eleitoral teve que convocar novas eleições.

O município de Jardim receberá o maior número de eleitores: 17.682. Para a realização da eleição o TRE vai disponibilizar 59 urnas titulares e 27 reservas. No total, 236 mesários e 30 auxiliares ajudarão no pleito, que ainda contará com, aproximadamente, 100 policiais.

Em Bela Vista, 16.702 eleitores vão as 59 urnas disponíveis para escolha do novo prefeito. Eleição contará com o apoio de 236 mesários, cinco técnicos de urna, 30 auxiliares de serviço eleitoral e sete servidores da Justiça Eleitoral.

Em Figueirão, oito urnas estarão disponíveis para os 2.471 eleitores que também elegem prefeito no domingo. A eleição será coordenada por, aproximadamente, 40 funcionários, entre mesários, servidores da Justiça Eleitoral e auxiliares. Para garantir a segurança o Cartório Eleitoral pediu reforço da Polícia Militar Ambiental, Polícia Civil e Polícia Militar de Costa Rica.

No Município de Bela Vista, quatro candidatos disputam a prefeitura: Dr. Renato (PSB), Prof. Orlanda (PHS), Reinaldo Pitti (PSDB) e Dr. Marco Antônio Loureiro (DEM). Em Jardim o cargo vago é disputado por Dr. Erney (PT) e Gláucio Cabreira (DEM). Já em Figueirão concorrem a prefeitura: Neilo Cunha (PMDB) e Prof. Juvenal (PTB).

Jornal Midiamax