Geral

Efeito Hip Hop chega a 3ª edição levando oficinas de dança ao interior

A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul dá início no dia 1º de julho à 3ª edição do Efeito Hip Hop, projeto que leva ao interior do Estado oficinas teóricas e práticas de capacitação em dança de rua voltadas para crianças e adolescentes. O município de Rio Negro abre a edição […]

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 12h26

None
1270797111.jpg

A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul dá início no dia 1º de julho à 3ª edição do Efeito Hip Hop, projeto que leva ao interior do Estado oficinas teóricas e práticas de capacitação em dança de rua voltadas para crianças e adolescentes.

O município de Rio Negro abre a edição 2013 do projeto. Além dele, Guia Lopes da Laguna, Navirai, Três Lagoas, Aral Moreira, Paranaíba e Maracaju receberão as oficinas, que pretendem aproximar, valorizar e estimular as iniciativas ligadas ao movimento Hip Hop por meio da dança e com o foco na organização burocrática para uma formalização profissional.

Profissionais da dança, os professores Marcos Mattos, Edson Clair e Kleber Leonn realizam o projeto com o suporte de nove assistentes, escolhidos dentre os alunos do projeto.

Eles ministram oficinas teóricas (história da dança de rua e organização burocrática dos grupos – orientação para elaboração de currículos, portfólios, ofícios, levantamento dos locais de apresentação e dos editais de eventos e financiamento) e práticas, que consiste em concepção de criação, criação coletiva; cuidado estético – trilha sonora, figurino e intenção de movimento.

As aulas seguem até dezembro. Como nas últimas edições, um festival, programado para o fim do ano, em Campo Grande, marca o encerramento das atividades do projeto. A apresentação promoverá o encontro dos resultados coreográficos dos grupos participantes.

O trabalho também pode ser acompanhado pela internet, através da página www.efeitohiphop.blogspot.com. O blog do projeto é uma ferramenta criada para que haja a integração entre os municípios e para que aumente a troca entre alunos e professores.

Confira as datas do projeto:

1º de julho – Rio Negro

2 de julho – Guia Lopes da Laguna

5 de julho – Naviraí

12 de julho – Aral Moreira e Três Lagoas

19 de julho – Paranaíba

26 de julho – Maracaju

Jornal Midiamax