Geral

Dinamite pede compreensão de vascaínos para empréstimo de São Januário

Engenhão interditado e mudanças na tabela do Campeonato Carioca 2013. Com o fechamento do estádio, confirmado pelo prefeito do Rio de Janeiro na última terça-feira, dia 26 de março, os jogos entre Fluminense x Macaé e Botafogo x Friburguense, válidos pela terceira rodada da Taça Rio, foram alterados para São Januário, casa do Vasco. Sobre […]

Arquivo Publicado em 27/03/2013, às 16h41

None
1862675724.jpg

Engenhão interditado e mudanças na tabela do Campeonato Carioca 2013. Com o fechamento do estádio, confirmado pelo prefeito do Rio de Janeiro na última terça-feira, dia 26 de março, os jogos entre Fluminense x Macaé e Botafogo x Friburguense, válidos pela terceira rodada da Taça Rio, foram alterados para São Januário, casa do Vasco. Sobre o “empréstimo” do espaço para os adversários, o presidente cruzmaltino, Roberto Dinamite, pediu compreensão dos torcedores e comentou a situação do futebol carioca.



“É uma situação bastante delicada, porque você fica entre a cruz e a espada já que alguns torcedores, ou a minoria de torcedores do Vasco, não entendem isso e acham que você está cedendo e abrindo espaço para clubes que em alguns momentos já até criticaram o Estádio de São Januário. Mas a gente tem que olhar o futebol como um todo”, declarou Dinamite, após a reunião entre os presidentes dos principais clubes cariocas com o prefeito Eduardo Paes, na última terça.



“Eu vejo dessa forma. Não quero agradar a todos. Temos que entender que hoje é uma situação emergencial e temos que ter campeonato. Em cima disso, nós vamos estar cedendo, mas também já projetando algo que, para nós, é importante, que é poder jogar clássico em São Januário”, completou.



A única situação ainda não definida é sobre os clássicos do campeonato. A Polícia Militar do Rio de Janeiro afirma que não tem condições de garantir a plena segurança em São Januário em jogos de grande público. Mas, na opinião de Dinamite, o estádio tem sim condições de receber os confrontos e tem esperança que a realização do confronto entre Vasco e Botafogo, que seria no Engenhão, no próximo domingo, dia 31, seja confirmada para São Januário.



“Por mim eu faria em São Januário, mas não depende só de mim, depende principalmente da polícia, que tem que garantir a segurança desse espetáculo em São Januário, ou em qualquer outro lugar, mas que pode ser em São Januário. Acho que é uma porta que se abre nesse sentido. A discussão tem que ser ampla e aberta e, quem tem que garantir e dar condições para o jogo no Engenhão, em São Januário ou em qualquer lugar, é a Polícia Militar”, encerrou.

Jornal Midiamax