Geral

Dilma enfrentaria segundo turno com Marina Silva em 2014, diz pesquisa Datafolha

Dilma é a pré-candidata que mais perdeu apoio na corrida presidencial. A queda indica que hoje ela teria de enfrentar um segundo turno e pelos números recentes, a disputa nas urnas seria entre Dilma e Marina Silva (Rede).

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 16h12

None
2112726205.jpg

Dilma é a pré-candidata que mais perdeu apoio na corrida presidencial. A queda indica que hoje ela teria de enfrentar um segundo turno e pelos números recentes, a disputa nas urnas seria entre Dilma e Marina Silva (Rede).

A presidente Dilma Roussef enfrentaria um segundo turno nas eleições em 2014. A afirmativa tem por base dados da pesquisa Datafolha, que apontam queda na taxa de intenção de voto da presidente Dilma Roussef de até 21 pontos percentuais. A derrocada vem após a onda de manifestações recentes por todo o país. Pelos números apresentados na projeção, a disputa seria entre Dilma e Marina Silva (Rede).

Dilma é a candidata do PT à reeleição e mesmo com a queda, ainda lidera a disputa. Contudo, a baixa aponta que deverá enfrentar segundo turno e, pelos números apresentados na pesquisa Datafolha, a disputa seria entre Dilma e Marina Silva (Rede).

Segundo informa o jornal Folha de São Paulo deste domingo (30), embora ainda lidere a disputa de 2014, Dilma é a pré-candidata que mais perdeu apoio na corrida presidencial. O cenário hoje mais provável para a sucessão inclui Dilma, Marina Silva (Rede), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), respectivamente.

Nessa simulação, a petista tinha 51% das intenções de voto nos dias 6 e 7 deste mês. Agora, desceu para 30%. Esse é o mesmo percentual da aprovação de seu governo, apurada no mesmo levantamento e divulgada no sábado (29) pela Folha.

Já Marina Silva, no mesmo cenário, teve a maior alta nos números e subiu 7 pontos percentuais, passando de 16% para 23%.

O pré-candidato Aécio Neves foi de 14% para 17% e Eduardo Campos oscilou de 6% para 7%.

Assim, com olhos nos números apresentados pela pesquisa, o segundo turno seria realizado entre a petista e Marina Silva.

O Datafolha esteve nas ruas na quinta e na sexta-feira e entrevistou 4.717 pessoas em 196 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Jornal Midiamax