Geral

Detento fica entalado entre as grades da cela ao tentar fugir de cadeia em Natal

Um jovem de 23 anos detido no Núcleo de Custódia da Polícia Civil, em Natal (RN), ficou entalado entre as grades da cela da unidade, por volta de 30 minutos, ao tentar escapar na manhã desta segunda-feira (21). O preso sofreu escoriações leves nas costas, devido à tentativa de retirá-lo do local.A informação foi confirmada […]

Arquivo Publicado em 21/01/2013, às 18h58

None
816827781.jpg

Um jovem de 23 anos detido no Núcleo de Custódia da Polícia Civil, em Natal (RN), ficou entalado entre as grades da cela da unidade, por volta de 30 minutos, ao tentar escapar na manhã desta segunda-feira (21). O preso sofreu escoriações leves nas costas, devido à tentativa de retirá-lo do local.A informação foi confirmada pela diretora do Núcleo, Tânia Pereira.



Segundo a diretora do Núcleo de Custódia, o jovem se chama Leandro Gomes da Costa e ele está preso sob a acusação de furto. Tânia Pereira conta ainda, que na madrugada desta segunda houve uma tentativa de fuga de massa, mas os agentes conseguiram impedir.” Os presos tentaram serrar a grade da cela durante a madrugada, mas foram impedidos pelos agentes de plantão. Quando estavamos aguardando a chegada do reparo, Leonardo Gomes, insitiu na fuga e acabou ficando entalado”,conta.



O Núcleo de Custódia da Polícia Civil não pode receber novos presos por determinação judicial, mas unidade atualmente está com 70 presos e de acordo com Tânia Pereira “trabalhando com o dobro da capacidade”. Ela informa que a Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol) já solicitou à Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc) do RN, a transferência desses detentos para as unidades prisionais do Estado, mas até agora a única resposta foi “não temos vaga”, revela.



A determinação judicial obriga a remoção de todos os presos, pois a estrutura do Núcleo não é adequada para comportar detentos. Em dezembro, a Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape) deu início à transferência, mas até agora não foi concluída.


Jornal Midiamax