Geral

Deputado alfineta em leilão e diz que quem entende de milícia é o PT

Convidado especial do Leilão da Resistência, o deputado federal por Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse em discurso na tarde deste sábado (07) que o recurso arrecadado não será para a formação de milícias armadas para conter as ocupações indígenas. Além disso, ele atacou os petistas. “Quem entende de milícia é o PT”, alfinetou o deputado, […]

Arquivo Publicado em 07/12/2013, às 19h45

None

Convidado especial do Leilão da Resistência, o deputado federal por Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse em discurso na tarde deste sábado (07) que o recurso arrecadado não será para a formação de milícias armadas para conter as ocupações indígenas.

Além disso, ele atacou os petistas. “Quem entende de milícia é o PT”, alfinetou o deputado, referindo-se ao mensalão.

“O PT é quem tem a maior quantidade de pessoas presas. Eles querem inibir o setor produtivo. Fazem ameaças. São uma quadrilha à frente do Governo”, criticou o deputado, que foi muito aplaudido pelos produtores rurais presentes ao evento.

O Leilão da Resistência acontece durante toda a tarde e conta com 800 animais a serem negociados. Há muitos parlamentares presentes, dentre eles os deputados federais Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Reinaldo Azambuja (PSDB), o senador Moka (PMDB), os deputados estaduais Mara Caseiro (PTdoB), Márcio Monteiro (PSDB) e Zé Teixeira (DEM).

O governador André Puccinelli (PMDB), prometeu que iria ao evento, mas não foi visto até o momento.

Jornal Midiamax