Geral

De olho no G4, Corumbaense enfrenta Águia Negra no Arthur Marinho

O Corumbaense tem dois desfalques certos para o jogo da tarde de hoje, 20 de fevereiro, contra o Águia Negra, no estádio Arthur Marinho. Estão fora Júnior Tevez, que entrou no segundo tempo, se contundiu ao comemorar o gol da vitória diante do Sete de Dourados, e Sullivan, expulso na mesma partida. O técnico Jonas […]

Arquivo Publicado em 20/02/2013, às 12h27

None
1676700863.bmp

O Corumbaense tem dois desfalques certos para o jogo da tarde de hoje, 20 de fevereiro, contra o Águia Negra, no estádio Arthur Marinho. Estão fora Júnior Tevez, que entrou no segundo tempo, se contundiu ao comemorar o gol da vitória diante do Sete de Dourados, e Sullivan, expulso na mesma partida. O técnico Jonas Siqueira disse a este Diário que a equipe deve ter poucas mudanças. “Fora isso não deve mudar muito, praticamente será o mesmo time que venceu o Sete”, afirmou.


Embora tenha vencido, o treinador disse que de todos os jogos realizados pelo Carijó da Avenida na competição, esse foi justamente o que menos agradou. “Das cinco partidas disputadas, essa teve nível que mais preocupou. O time não rendeu o esperado. Houve jogador que vinha bem e não rendeu”, avaliou.


Para o jogo desta quarta-feira, às 15 horas, Jonas espera postura diferente de seus comandados diante do atual campeão sul-mato-grossense. “Espero espírito mais positivo hoje, se impondo logo no começo. No jogo anterior, o time não deixou de buscar o resultado, mas em casa tem que convencer e não só vencer”, argumentou o técnico do alvinegro pantaneiro.


Jonas Siqueira reconheceu que a primeira vitória na Série A deste ano foi importante e reforçou em todos os atletas o desejo por “novos resultados positivos”. Ele avaliou que as vitórias em casa são fundamentais para a conquista do objetivo inicial do clube de avançar para a segunda fase da competição. “Foi importante por jogar em casa e é uma obrigação para quem quer a classificação. Estamos num grupo equilibrado e vitória em casa é fundamental. É fazer o possível para vencer sempre”, completou o técnico do time da avenida General Rondon.


O Corumbaense é o quinto colocado no grupo B com seis pontos. Em cinco jogos, o time tem uma vitória; três empates e uma derrota. Se vencer hoje pode entrar no grupo dos quatro (G4) que avançam para a segunda fase. O Águia Negra é o sexto colocado. Na penúltima colocação, soma cinco pontos e tem retrospecto com uma vitória; dois empates e duas derrotas. Lidera a chave o Ivinhema, que tem nove pontos ganhos.


Pelo regulamento, na primeira fase as equipes estão divididas em dois grupos com sete times cada. Em turno e returno, as equipes se enfrentam dentro da própria chave. As quatro primeiras de cada grupo avançam para a segunda fase, que é a de quartas-de-final. Nas quartas, são formados quatro grupos com cruzamentos de chaves e quem somar mais pontos – em jogos de ida e volta – passa para a semifinal. As finais serão jogadas nos dias 28 de abril e 05 de maio.


Arbitragem


A partida entre Corumbaense e Águia Negra, terá arbitragem de Marcos Mateus Pereira. Os auxiliares serão Edson Campos Mendonça e Ivanilson Antônio M. da Costa. O quarto árbitro escalado é Emerson Leite de Brito e o quinto é Sandro Felipe Bruno.

Jornal Midiamax