Geral

Crianças corumbaenses mantém tradição de ‘malhar’ Judas no sábado de Aleluia

Um grupo de crianças do bairro Dom Bosco, em Corumbá, manteve a tradição de malhar e enforcar Judas no sábado que antecede a Páscoa. Nos relatos bíblicos, Judas Iscariotes, que integrava o grupo de apóstolos de Jesus, foi o responsável por entregar Cristo aos soldados que o levaram para ser crucificado. Judas indicou Jesus com […]

Arquivo Publicado em 30/03/2013, às 14h08

None
1905147820.jpg

Um grupo de crianças do bairro Dom Bosco, em Corumbá, manteve a tradição de malhar e enforcar Judas no sábado que antecede a Páscoa. Nos relatos bíblicos, Judas Iscariotes, que integrava o grupo de apóstolos de Jesus, foi o responsável por entregar Cristo aos soldados que o levaram para ser crucificado. Judas indicou Jesus com um beijo no rosto. Pela traição o apóstolo recebeu 30 moedas de ouro.

A passagem bíblica marca um dos maiores casos de traição da história da humanidade e, por isso, faz crianças, adolescentes e até mesmo adultos, anos após ano, reviverem a cena. Com roupas velhas, palha seca, linha e agulha, as crianças montaram o boneco de Judas. Apesar da pouca idade, as crianças sabem bem o motivo desse ato. “Judas traiu Jesus e por isso merece apanhar”, disse um dos meninos. Encostado em uma árvore, o boneco foi “malhado” pelas crianças com galhos de árvore.

Aleluia

Na tradição católica, os fiéis também celebram hoje o sábado de Aleluia. Nas missas, o clima triste, que ontem marcou a morte de Cristo, dá lugar às festividades que anunciam ressurreição de Jesus, que será comemorada pelos católicos amanhã, no domingo de Páscoa.

Jornal Midiamax