Geral

Corumbá terá Central de Regulação do SAMU

Resultado de articulações do deputado Geraldo Resende, unidade será gerida pela Secretaria Estadual de Saúde e atenderá também Aquidauana e Coxim

Arquivo Publicado em 15/02/2013, às 14h45

None

Resultado de articulações do deputado Geraldo Resende, unidade será gerida pela Secretaria Estadual de Saúde e atenderá também Aquidauana e Coxim

O Governo Federal publicou no Diário Oficial da União (DOU) de quarta-feira (13) a Portaria 196, que habilitou a Central de Regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da região de Corumbá. A Central receberá recursos de custeio para o funcionamento, além de repasses mensais por ambulância.


Anualmente, a Secretaria Estadual de Saúde receberá o valor de R$ 360 mil para a unidade que também atenderá, além de Corumbá, Aquidauana e Coxim. O recurso será repassado em 12 vezes. A Central irá dispor de quatro unidades móveis de suporte básico, duas em Corumbá e uma em cada cidade, e uma unidade de suporte avançado apenas em Corumbá.


Para cada ambulância de suporte básico, a Pasta da Saúde repassará mensalmente R$ 12.500,00. Já para a de suporte avançado o valor é de R$ 27.500,00. Em março de 2010, o deputado Geraldo Resende (PMDB) conquistou 14 ambulâncias para o Estado. Sete delas já haviam sido disponibilizadas, mas ainda necessitavam de regulamentação das Centrais de Regulação.


Quatro Unidades Móveis desta leva serviram para renovar a frota da capital, que registra o maior número de ocorrências e por atender a região central do Estado.


“Esta é uma das três Centrais de Regulação que estamos implantando em Mato Grosso do Sul, contando com a de Campo Grande. Estamos acompanhando o desenvolvimento do projeto da Central de Dourados, que também já tem veículos disponíveis”, explicou o parlamentar.


Para a Central da Região do Pantanal serão repassados anualmente R$ 1,29 milhão. O SAMU atende casos de urgência como acidentes de trânsito e patologias fulminantes.

Jornal Midiamax