Geral

Corpo do compositor José Silva é velado no Recife

Segundo Paulo Wanderley, assessor de Gonzaguinha, o corpo do compositor de forró João Leocádio da Silva, de 78 anos, será velado na tarde deste sábado (7), em um local ainda não definido do Recife; e o enterro acontece neste domingo (8), em Arco Verde, cidade do interior do Pernambuco, onde o músico parceiro de Luiz […]

Arquivo Publicado em 07/12/2013, às 15h51

None

Segundo Paulo Wanderley, assessor de Gonzaguinha, o corpo do compositor de forró João Leocádio da Silva, de 78 anos, será velado na tarde deste sábado (7), em um local ainda não definido do Recife; e o enterro acontece neste domingo (8), em Arco Verde, cidade do interior do Pernambuco, onde o músico parceiro de Luiz Gonzaga nasceu. A família de João está reunida no Instituto Médico Legal, em Santo Amaro, para decidir os detalhes do velório e uma possível homenagem para ele.


O músico foi encontrado morto na noite desta sexta-feira (6), em seu apartamento no bairro Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. O compositor estava sozinho em casa quando faleceu. Sua mulher e filha estavam em Aracaju acompanhando a enteada do artista, a também cantora Thais Nogueira.


O músico teve um importante papel para divulgação da cultura nordestina. João foi parceiro de Luiz Gonzaga de 1964 até o seu último disco, “Luiz Gonzaga e sua sanfona”, lançado em 1989. “Sem dúvida, o João foi um dos maiores compositores da música popular brasileira”, disse Paulo Wanderley.


O compositor é autor de uma boa parte dos sucessos interpretados por Luiz Gonzaga. “Pra não morrer de tristeza”, “Nem se despediu de mim”, “Danado de bom”, “Pagode russo”, “Vou te matar de cheiro” e “Forró de cabo a rabo” estão entre as centenas de músicas gravadas pelo Rei do Baião compostas por João.


Além de Luiz Gonzaga, o compositor fez parceiras com Dominguinhos, Bastinho Calixto, João do Vale, Rosil Cavalcante, Severino Ramos, Sebastião Rodrigues, Onildo Almeida, Pedro Cruz entre outros. Ao todo, João soma mais de duas mil composições ao longo de seus 50 anos de carreira.

Jornal Midiamax