Geral

Consultoria Glass apoia retirada de conselho da Telecom Italia

A consultoria de representação Glass Lewis recomendou aos acionistas da Telecom Italia o voto pela remoção do conselho de administração da companhia, afirmaram nesta sexta-feira duas fontes que viram a recomendação. A Telecom Italia é alvo de campanha da acionista Findim, controlada pelo empresário Marco Fossati, e do pequeno grupo de acionistas Asati que tem […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 10h32

None

A consultoria de representação Glass Lewis recomendou aos acionistas da Telecom Italia o voto pela remoção do conselho de administração da companhia, afirmaram nesta sexta-feira duas fontes que viram a recomendação.


A Telecom Italia é alvo de campanha da acionista Findim, controlada pelo empresário Marco Fossati, e do pequeno grupo de acionistas Asati que tem como objetivo a remoção do conselho da companhia, acusado de atender apenas aos interesses dos principais investidores da companhia, que incluem a espanhola Telefónica.


A Findim detém 5 por cento da Telecom Italia.


Mais cedo nesta semana, a influente consultoria ISS recomendou o apoio à proposta de remoção do conselho.


Uma das fontes afirmou que a Glass Lewis produziu relatório em que afirma: “Baseado nas informações disponíveis, acreditamos que a Findim submeteu um pedido justo que sugere que o conselho atual, no mínimo, tomou várias ações recentes que parecem favorecer a Telefónica e sua posição competitiva às custas da Telecom Italia e seus investidores.”


“A Findim demonstrou que investidores independentes vão provavelmente se beneficiar de uma renovação do conselho do que da manutenção do status quo”, afirma o relatório da Glass Lewis, segundo a fonte.


Os acionistas da Telecom Italia vão realizar uma assembleia geral em 20 de dezembro para decidir sobre a proposta de Fossati.

Jornal Midiamax