Geral

Comerciantes e comerciários assinam acordo que dá 8% de reajuste salarial na Capital

Comerciantes e comerciários de Campo Grande assinaram hoje pela manhã a Convenção Coletiva de Trabalho – CCT que estabelece um reajuste médio de 8% para os empregados lojistas. Eles também definiram o horário de funcionamento das lojas na área central e shopping centers para o Natal, informa Idelmar da Mota Lima, presidente do Sindicato dos […]

Arquivo Publicado em 10/10/2013, às 18h26

None

Comerciantes e comerciários de Campo Grande assinaram hoje pela manhã a Convenção Coletiva de Trabalho – CCT que estabelece um reajuste médio de 8% para os empregados lojistas. Eles também definiram o horário de funcionamento das lojas na área central e shopping centers para o Natal, informa Idelmar da Mota Lima, presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande – SECCG.


A assinatura do documento foi na sede da Fecomércio (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul), com a participação de representantes do sindicato dos comerciários e da classe patronal (CDL, Fecomércio e Sindicato do Comércio de Campo Grande).


Os reajustes salariais entram em vigor a partir de 1º de novembro, data base da categoria. Os empregados em geral tiveram o piso salarial reajustado de R$ 767,00 para R$ 829,00; Caixas, de R$ 778,00, para R$ 832,00; Comissionados, de R$ 860,00 para R$ 929,00; Auxiliar de Comércio, de R$ 695,00 para R$ 745,00 e Office boy, de R$ 647,00 para R$ 724,00.


Os empregados no comércio que ganham acima do piso salarial tiveram um aumento de 7,5%. “Ficamos satisfeitos com essa negociação com a classe patronal, pois conseguimos ganho real para todas as categorias”, comentou Idelmar da Mota Lima que enalteceu a Federação do Comércio do estado de Mato Grosso do Sul – Fecomércio e o Sindicato do Comércio Varejista de Campo Grande, ambos patronais, que têm consciência da necessidade de valorizar o trabalho dos empregados. Diferente, segundo ele, de outras categorias do comércio que impõe resistência para acatar os reajustes salariais e outros benefícios para os trabalhadores.


NATAL – O horário de funcionamento do comércio para as vendas de Natal ficou assim estabelecido pelas entidades patronais e laboral: Em dezembro, de 1º a 6 (segunda a sexta-feira) horários não mudam, ou seja, continuam os habituais tanto para o comércio central como para os shopping centers.


De 7 a 13 de dezembro (segunda a sábado) o comércio central vai até às 20 horas;


De 14 a 23 (segunda a sábado), o comércio central vai até às 22 horas;


Nos dias 8, 15 e 22 (domingos) o comércio central vai funcionar das 9 horas às 18 horas;


Dia 24 de dezembro, as vendas na área central vão até às 18 horas;


Dia 31 de dezembro, as vendas no comércio central vão até às 16 horas.


Nos shopping centers a abertura ao consumidor no período de 19 a 23 de dezembro, vão até às 23 horas. O valor do lanche que deverá ser fornecido para todos os trabalhadores nesses períodos especiais, tanto no comércio central como shopping e centro comercial, deverá ser de R$ 8,00.


Participaram do fechamento desse acordo, da parte laboral, além de Idelmar da Mota Lima, Nelson Benitez, diretor, Cláudio Rosa Guimarães e Raphaela Silva Modeneis Reis, assessores jurídicos e pelo sindicato patronal: Edison Ferreira de Araújo (sindicato), Ricardo M. Kuninari (CDL), Carlos Belin (lojistas do centro), Rafael A. Li (Pátio Central), Mariana Morato e Regina Colagrossi Paes Barbosa  (Ass. De Lojistas do Shopping Campo Grandef) e Fernando Camilo de Carvalho (Fecomércio).

Jornal Midiamax