Geral

Comando da PM analisa documentos enviados pelo Ministério Público após briga na Arena Joinville

O comando da Polícia Militar de Santa Catarina analisa, neste momento, documentos para esclarecer sobre a ausência da PM dentro a Arena Joinville. Depois disso, informa a tenente coronel Claudete Lehmkuhl, haverá um posicionamento. Existem divergências sobre o que teria acontecido. O Ministério Público confirma uma ação civil pública, da promotoria da Defesa do Consumidor, […]

Arquivo Publicado em 08/12/2013, às 23h07

None
1244573603.jpg

O comando da Polícia Militar de Santa Catarina analisa, neste momento, documentos para esclarecer sobre a ausência da PM dentro a Arena Joinville. Depois disso, informa a tenente coronel Claudete Lehmkuhl, haverá um posicionamento.

Existem divergências sobre o que teria acontecido. O Ministério Público confirma uma ação civil pública, da promotoria da Defesa do Consumidor, onde cita os problemas da falta de segurança.

No texto, alerta que a segurança devia ser feita pelo produtor do evento, no caso, o Atlético Paranaense. Mas diz que é uma ação ainda sem julgamento, portanto, a PM deveria fazer a segurança dentro do estádio.

O comando da PM em Joinville diz ter essa posição por escrito. A briga entre as torcidas no jogo entre Atlético Paraense e Vasco levou quatro torcedores para o hospital.

Jornal Midiamax