Geral

Com planejamento, site que vende presentes indesejados triplica faturamento

Sem saber o que fazer com duas roupas que foram presentes do namorado, compradas em uma promoção e, por isso, sem possibilidade de devolução, a publicitária Roberta Calazans, 30 anos, resolveu tentar vender os produtos na internet. Fernanda, 27 anos, e Marcela, 29 anos, suas irmãs, também juntaram artigos que não estavam mais em uso […]

Arquivo Publicado em 06/10/2013, às 11h14

None
1914264665.jpg

Sem saber o que fazer com duas roupas que foram presentes do namorado, compradas em uma promoção e, por isso, sem possibilidade de devolução, a publicitária Roberta Calazans, 30 anos, resolveu tentar vender os produtos na internet. Fernanda, 27 anos, e Marcela, 29 anos, suas irmãs, também juntaram artigos que não estavam mais em uso e assim nasceu, em 2009, o “Ganhei do Ex” (em referência ao atual marido que quase perdeu o posto de namorado por comprar os presentes que ela não gostou), brechó virtual de Vitória (ES).


O sucesso do blog, que recebia cerca de 30 pedidos por dia para vender os artigos, fez com que as irmãs resolvessem criar uma empresa e profissionalizar o negócio em 2010. Segundo elas, a linguagem do site e o layout eram voltados para o público que elas pretendiam atender: mulheres adolescentes.


Em junho de 2013, elas resolveram investir em uma análise mais aprofundada do comportamento do usuário e descobriram que estavam falando com o público errado. “Nós usávamos uma linguagem engraçadinha, o site tinha um layout ‘fofinho’, porque achávamos que o nosso público principal era adolescente. Depois descobrimos que quem mais compra pelo site são as mulheres de 18 a 30 anos, aí resolvemos fazer alterações”, diz Fernanda.


Outro problema do site era o tempo excessivo que o usuário levava para se cadastrar e para concluir a transação. Com a melhora nesses quesitos, o faturamento de junho, quando foram efetuadas as mudanças, até este mês de outubro aumentou 50%. “Com essas mudanças conseguimos também melhorar muito o número de cadastros, que passou de 200 para 400 por dia. As vendas também ampliaram significativamente: hoje vendemos cerca de 100 peças por dia, 3 mil por mês”, conta Marcela.


Saber exatamente o público a ser atingido, analisar o comportamento do usuário e diminuir a taxa de rejeição – o número de usuários que entram em um site, mas saem sem interagir com a plataforma. Esses são pontos fundamentais para garantir o sucesso de um negócio na internet, diz Giovanna De Marchi, gerente do Google para o projeto Conecte Seu Negócio.


Segundo Giovanna, além de garantir que o site está apto a atingir da melhor maneira o seu público, a ferramenta permite realizar mudanças que terão efeito concreto. “É uma ferramenta de fácil aplicação que vai significar um ganho expressivo para o site”, diz.

Jornal Midiamax