Geral

Com insegurança no país, ONU retira funcionários da Síria

A Organização das Nações Unidas (ONU) determinou a retirada de metade de seus funcionários da Síria devido à insegurança no país. A decisão foi tomada depois que morteiros caíram perto do hotel usado por funcionários da organização, em Damasco, a capital síria. O prédio e um veículo da ONU foram atingidos. A organização tem cerca […]

Arquivo Publicado em 26/03/2013, às 09h24

None

A Organização das Nações Unidas (ONU) determinou a retirada de metade de seus funcionários da Síria devido à insegurança no país. A decisão foi tomada depois que morteiros caíram perto do hotel usado por funcionários da organização, em Damasco, a capital síria. O prédio e um veículo da ONU foram atingidos.

A organização tem cerca de 100 funcionários de várias nacionalidades. Em comunicado, a ONU informou que se mantém comprometida em fornecer assistência às pessoas que sofrem com os conflitos armados no país.

Para grupos de direitos humanos, o conflito matou mais de 80 mil pessoas desde 2011 e deixou mais de 1 milhão de desabrigados. A crise na Síria completou dois anos este mês. Os conflitos foram deflagrados pela disputa de poder entre o governo do presidente Bashar Al Assad e a oposição.

Jornal Midiamax