Geral

Câmara aprova orçamento de R$ 2,9 bilhões para Campo Grande e mantém 5% de suplementação

A Câmara dos vereadores aprovou nesta sexta-feira (20), com 27 votos favoráveis, orçamento de R$ 2,9 bilhões para Campo Grande em 2014. Os vereadores decidiram por manter os 5% para a suplementação orçamentária. Diante do impasse entre Bernal (PP) e a Câmara, cogitou-se que a oposição brigaria para dar zero por cento de suplementação. O […]

Arquivo Publicado em 20/12/2013, às 15h52

None
569069738.jpg

A Câmara dos vereadores aprovou nesta sexta-feira (20), com 27 votos favoráveis, orçamento de R$ 2,9 bilhões para Campo Grande em 2014. Os vereadores decidiram por manter os 5% para a suplementação orçamentária. Diante do impasse entre Bernal (PP) e a Câmara, cogitou-se que a oposição brigaria para dar zero por cento de suplementação. O prefeito de Campo Grande queria 30%, quantia da época de Nelsinho Trad (PMDB).

O vereador Airton Saraiva (DEM) declarou que a Câmara podia dar zero, mas optou em dar 5% para não prejudicar a governabilidade do prefeito. “Se a gente fosse se basear na credibilidade de Bernal com a Câmara e com a sociedade, o valor seria zero”, disse Vanderlei Cabeludo (PMDB).

Aliado da base, Alex do PT contou que queria entendimento entre as partes para tentar aumentar o valor posteriormente. O vereador Eduardo Romero (PT do B) lembrou que Bernal utilizou este ano 12,5% de suplementação. “Só 7,5% a mais, ou seja, não o prejudicamos, não engessamos o trabalho dele, todos os projetos que ele mandou foram aprovados”.

Além do orçamento anual, foi aprovado o 1% para a cultura. Bernal liberou para cada vereador, além do destinado para obras, R$ 100 mil, para assistência social ou saúde. O valor ainda será discutido e negociado entre os vereadores e o prefeito.

Jornal Midiamax