Brasil soma 270,5 milhões de linhas de celular em novembro, diz Anatel

O Brasil terminou o mês de novembro com 270,5 milhões de linhas de celular ativas, segundo levantamento da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgado nesta terça-feira (31). Durante o penúltimo mês do ano, apenas o Maranhão apresentou teledensidade menor que 100 – ou seja, é a única unidade federativa onde o número de linhas não […]
| 31/12/2013
- 17:01
Brasil soma 270,5 milhões de linhas de celular em novembro, diz Anatel

O Brasil terminou o mês de novembro com 270,5 milhões de linhas de celular ativas, segundo levantamento da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgado nesta terça-feira (31). Durante o penúltimo mês do ano, apenas o Maranhão apresentou teledensidade menor que 100 – ou seja, é a única unidade federativa onde o número de linhas não ultrapassa o de moradores. O Estado acumulou 96,97 acessos para cada 100 habitantes.

A média da teledensidade no país é de 136,24 acessos por 100 habitantes. O lugar onde há mais linhas que gente no Brasil continua sendo : 221,42 celulares ativos para cada 100 habitantes. Na sequência, vem (154,15), Mato Grosso do Sul (151,98) e (148,39).

Dentre os 270,5 milhões de clientes contabilizados em novembro, a maioria é composta por usuários de planos pré-pagos (212,01 milhões, ou 78,37%). As linhas pós-pagas somam 58,51 milhões (21,63%).

 

Ao todo, segundo a Anatel, há 96,4 milhões de terminais de banda larga móvel (modems e tablets 3G e 4G). As conexões à rede por meio da tecnologia 4G, que estreou no país comercialmente neste ano, alcançou a marca de 923,35 mil acessos.

Fatia de mercado

O mercado de telefonia móvel segue dominado pela operadora Vivo que conta com 77,96 milhões de acessos (27,71%). Na sequência, vem a Tim que soma 73 milhões (26,99%), Claro (68,25 milhões, ou 25,23%) e Oi (50 milhões, ou 18,55%).

 

Veja também

Confira o filme publicitário comemorativo dos 46 anos de MS, com narração do cantor Paulo Simões, compositor de "Trem do Pantanal"

Últimas notícias