Geral

Bataguassu está sem viatura do Bombeiro e incêndios são combatidos ‘na mão’

A cidade de Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, não conta com viaturas contra incêndio do Corpo de Bombeiros há mais de um mês. O veículo está “baixado” na oficina e sem previsão de voltar a funcionar. O Corpo de Bombeiros da cidade conta somente com uma viatura de resgate, suficiente para atender os […]

Arquivo Publicado em 24/06/2013, às 19h55

None

A cidade de Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, não conta com viaturas contra incêndio do Corpo de Bombeiros há mais de um mês. O veículo está “baixado” na oficina e sem previsão de voltar a funcionar.


O Corpo de Bombeiros da cidade conta somente com uma viatura de resgate, suficiente para atender os cerca de 20 mil habitantes, mas está despreparado para conter incêndios de qualquer tipo.


“Nosso maior receio é que pegue fogo em uma casa ou indústria, mas mesmo um acidente grave na rodovia, que tenha princípio de incêndio, não temos como socorrer direito”, relatou um dos bombeiros militares, que preferiu não se identificar com medo de represálias.


Um incêndio, no frigorífico da Marfrig, por exemplo, poderia resultar em desastre. Segundo o denunciante, os bombeiros atenderiam a ocorrência “na mão”, tendo que usar mangueiras residenciais e terra. Se o fogo se espalhar, aí seria necessário pedir apoio de outra cidade.


A viatura contra incêndios, da marca GMC, com capacidade para armazenar mil litros de água e com duas mangueiras, está parada por problemas no motor. A manutenção no veículo foi orçada em R$ 5 mil.


O conserto foi pedido para o Comando Geral do Corpo de Bombeiros, que ainda não deu resposta. Não há previsão de arrumar a viatura.


“É um descaso total com a gente, e também com a chance de ter acidentes grandes aqui na cidade”, lamentou o bombeiro.

Jornal Midiamax