Geral

Banco do Brasil eleva recursos para agropecuária a R$70 bi em 13/14

Banco do Brasil, principal financiador da agropecuária no país, destinará 70 bilhões de reais para as operações de crédito rural em 2013/14, ou 44,5 por cento do total previsto pelo governo para a atual temporada em recursos para agricultura familiar e empresarial. O banco informou nesta segunda-feira que o montante previsto pela instituição para financiamentos […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 16h03

None

Banco do Brasil, principal financiador da agropecuária no país, destinará 70 bilhões de reais para as operações de crédito rural em 2013/14, ou 44,5 por cento do total previsto pelo governo para a atual temporada em recursos para agricultura familiar e empresarial.


O banco informou nesta segunda-feira que o montante previsto pela instituição para financiamentos da safra 13/14 é 14 por cento maior ante os desembolsos do ano anterior, que totalizaram 61,5 bilhões de reais.


Nesta safra, o governo destinará 136 bilhões de reais para a agropecuária empresarial e 21 bilhões de reais para a familiar.


O banco informou ainda que, do total anunciado, 13,2 bilhões de reais irão financiar a agricultura familiar e 56,8 bilhões de reais serão destinados ao segmento empresarial e cooperativas rurais.


Segundo a nota, as operações já poderão ser contratadas a partir desta segunda-feira, dia 1º de julho, quando oficialmente começa a safra 2013/14 do Brasil.


O plano anunciado no início de junho pelo governo tem recursos para custeio, comercialização e investimentos, incluindo aportes em armazenagem.


Os produtores estão em fase de preparação para o cultivo da safra de verão, a partir do final de setembro, prevista por consultorias em níveis recordes.


A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ainda não divulgou uma estimativa para a produção em 2013/14.


No ciclo anterior, o Banco do Brasil desembolsou 61,5 bilhões de reais em operações de crédito rural, ou 28 por cento maior ante 2011/12.


Na agricultura empresarial foram aplicados 49,8 bilhões de reais, alta de 28 por cento em relação à safra 2011/2012, enquanto na familiar o desembolso cresceu 27 por cento, para 11,7 bilhões de reais, informou o banco também em nota.


Em 2012/13, o Brasil produziu uma safra recordes de grãos, em função das produções maiores de milho e soja.

Jornal Midiamax