Geral

Balões do Google levariam internet até a Amazônia

O Google fez a proposta de instalar o balão do projeto “Loon”, que estabelece uma rede sem fio por meio de roteadores instalados em balões de gás hélio, na região amazônica. Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o Google deve apresentar um projeto piloto até abril. Em outubro, Bernardo reuniu-se com Mohammad Gawdat, vice-presidente […]

Arquivo Publicado em 20/12/2013, às 12h46

None

O Google fez a proposta de instalar o balão do projeto “Loon”, que estabelece uma rede sem fio por meio de roteadores instalados em balões de gás hélio, na região amazônica. Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o Google deve apresentar um projeto piloto até abril. Em outubro, Bernardo reuniu-se com Mohammad Gawdat, vice-presidente de inovação empresarial do Google X, a divisão futurística da empresa de internet.

Segundo o Google, o “Loon” foi testado apenas na Nova Zelândia, em um projeto piloto, e ainda não foi implementado comercialmente em nenhum lugar do mundo. Por meio do “Loon”, o Google coloca na estratosfera, a 20 mil metros do solo, e acima dos aviões e das nuvens, uma série de balões com antenas que, levados pelas correntes de ar, flutuam ao redor da Terra. No solo são colocadas outras antenas que se conectam às dos balões para estabelecer o acesso à internet, com uma velocidade similar ou até maior à da rede 3G atual.

Jornal Midiamax