Geral

Aventureiros de Aquidauna partem de MS para expedição pela América do Sul

Depois de passarem a sexta e o sábado finalizando os últimos preparativos para a expedição América do Sul, os aventureiros de Aquidauana Mac Intyre, Wylson Alves Correa (Índio), Leonel e Rhobson Lima pegaram a estrada neste domingo (3). Eles vão percorrer 14 mil quilômetros, durante trinta dias e passar por seis países: Venezuela, Colômbia, Ecuador, […]

Arquivo Publicado em 03/11/2013, às 18h12

None
329665831.jpg

Depois de passarem a sexta e o sábado finalizando os últimos preparativos para a expedição América do Sul, os aventureiros de Aquidauana Mac Intyre, Wylson Alves Correa (Índio), Leonel e Rhobson Lima pegaram a estrada neste domingo (3). Eles vão percorrer 14 mil quilômetros, durante trinta dias e passar por seis países: Venezuela, Colômbia, Ecuador, Peru, Bolívia e Brasil.

Somada esta viagem, a outras duas anteriores, os experientes viajantes Mac Intyre e Índio já vão ter percorrido todos os países da América do Sul. Nas expedições passadas, eles foram em Buggy, como a grupo cresceu, a viagem atual será feita em dois jeeps.

Iniciante na expedição, Rhobson confessa que a expectativa é muito grande para a viagem. “Faremos uma viagem que é um sonho de muita gente. Iremos conhecer vários países, passando pela Amazônia (onde ficaremos três dias na selva). Depois vamos para Cartagena, Caribe…Entre outros lugares. Passaremos por temperaturas adversas, desde muito quente a muito frio”, conta o fotógrafo que irá registrar a expedição.

Já Mac lembra que além da satisfação em percorrer todos os países da América Latina está empolgado para acampar na selva. “Vamos ficar três dias na selva amazônica, totalmente incomunicáveis. Será o momento mais difícil da viagem”, diz.

Ele explica que vão ser 690 quilômetros dentro da mata amazônica, em estradas de terra, sem estrutura alguma. Para percorrer o trecho será necessário três dias e três noites dentro da mata. “Vamos acampar à noite para descansar e de dia pegar a estrada até chegar ao rio Amazonas onde vamos de balsa até Manaus. Neste trajeto, vamos precisar atravessar 124 pontes. Estamos levando até marreta e prego, para se necessário algum pequeno reparo, fazer para completar a travessia”, conta.

Depois de Manaus, o destino é chegar até a Venezuela e atravessar o Lago de Maracaibo, que desemboca no mar do Caribe. Mac conta que o lago é gigantesco, e ao atravessá-lo já está na Colômbia. Os próximos destinos são a cidade de Barranquilla e Cartagena. Na sequência Medellín e Cali (cidades que ficam na Cordilheira dos Andes).

Neste trajeto, Mac revela que pode haver mudança na viagem, por conta das Farcs (Força Armada Revolucionária da Colômbia) grupo revolucionário que tenta implantar o socialismo na Colômbia por meio da guerrilha. Como os membros se escondem em meio à mata, Mac conta que pode ser que o trajeto mude um pouco.

Depois vem a capital do Ecuador, Quito e Guayaquil. Na sequencia eles vão para o Peru, a primeira parada no país das llamas será Trujillo e depois descem a costa do pacifico até chegar em Lima. Bolivia será o ultimo país até voltarem para o Brasil passando por Corumbá. Mas, antes uma paradinha em La Paz, Cochabamba e Santa Cruz de La Sierra.

Jornal Midiamax