Geral

Autoescolas terão prazo de até dezembro para implantar simuladores

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou a implantação de simuladores em Centros de Formação de Condutores (CFCs) até o dia 31 de dezembro deste ano. A prorrogação foi publicada na quarta-feira (26), no Diário Oficial da União. Até o dia 17 de julho, nenhum dos 220 CFCs regulamentados pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) […]

Arquivo Publicado em 28/06/2013, às 13h53

None

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou a implantação de simuladores em Centros de Formação de Condutores (CFCs) até o dia 31 de dezembro deste ano. A prorrogação foi publicada na quarta-feira (26), no Diário Oficial da União.

Até o dia 17 de julho, nenhum dos 220 CFCs regulamentados pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) possuía o simulador de direção veicular. A informação é do presidente do SINDCFC-MS (Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado), Wagner Prado.

Ele ainda informou que, atualmente, só existe uma empresa homologada pelo Denatran para oferecer o equipamento, que custa R$ 38 mil.

Segundo o presidente do SINDCFC-MS, o prazo poderia ser prorrogado, porque não existem empresas homologadas que consigam atender a demanda do país. Só existe uma empresa no Brasil e ela não teria tempo para instalar o simulador em todas as autoescolas, que são 220 no Estado, e 50 em Campo Grande.

A assessoria de imprensa do Detran-MS informou que, a pedido do Denatran, o Contran fará uma reunião no próximo dia 25 para deliberar sobre o possível prolongamento do prazo de adequação das autoescolas sobre a obrigatoriedade do uso dos simuladores de direção veicular.

O Detran-MS informou que mais duas empresas fornecedoras do simulador estão em processo de homologação pelo Denatran.

Em nota oficial, o Denatran diz que “o projeto de uso dos simuladores de direção veicular na formação do condutor é irrevogável, entretanto, sua implantação deve respeitar critérios de razoabilidade, considerando a realidade dos CFCs dos Estados e do Distrito Federal”.

Resoluções

As resoluções 422 e 423 do Contran disciplinam normas e procedimentos de credenciamento de instituições ou entidades públicas ou privadas voltadas ao aprendizado de candidatos e condutores.

Com a nova regra, todos os candidatos a motoristas de veículos da categoria B deverão realizar 2h30 de aulas em frente às três telas do simulador de direção. Os alunos aprenderão os conceitos básicos para se dirigir um carro, como trocar marchas.

O aprendizado também se estenderá as normas de circulação em avenidas, estradas, congestionamentos, situações climáticas e de risco. O simulador só será usado depois de aulas teóricas.

Jornal Midiamax