Geral

Atacante do Santos explica apelido ‘caveirinha’ e visa 1ª chance como titular

O atacante Geuvânio, que estreou no Campeonato Brasileiro, diante do Cruzeiro, no último domingo, na Vila Belmiro, explicou o apelido de “caveirinha”, como é conhecido o jovem atleta entre os companheiros de clube. Após estrear com um belo chute de fora da área, que obrigou uma linda defesa do goleiro Fábio, a revelação santista sonha […]

Arquivo Publicado em 05/11/2013, às 20h48

None
1491316735.jpg

O atacante Geuvânio, que estreou no Campeonato Brasileiro, diante do Cruzeiro, no último domingo, na Vila Belmiro, explicou o apelido de “caveirinha”, como é conhecido o jovem atleta entre os companheiros de clube. Após estrear com um belo chute de fora da área, que obrigou uma linda defesa do goleiro Fábio, a revelação santista sonha com a primeira chance como titular.


“Penso muito nisso, quero que minha oportunidade chegue, pode ser o momento”, afirmou Geuvânio, que explicou o apelido recebido na época de Jabaquara, onde iniciou a sua carreira de atleta.


“Na época, eu era ‘forte’, no Jabaquara, me apelidaram e pegou, aí eu fiquei bravo, o apelido pegou mesmo”, explicou.


A chance da primeira oportunidade ficou mais próxima, pois o técnico Claudinei Oliveira tem problemas para definir o setor de ataque do Santos para o duelo contra o Vasco no próximo domingo, às 19h30 (de Brasília), no estádio do Maracanã, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Isso porque o atacante Everton Costa, titular do ataque santista, recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Cruzeiro e cumpre suspensão automática. Além disso, Thiago Ribeiro, outro titular da posição, continua se recuperando de um edema muscular na coxa esquerda.


Caso Thiago Ribeiro, que já desfalcou o Santos nos duelos contra Corinthians e Cruzeiro, não se recupere para o jogo contra o Vasco, Geuvânio disputa a vaga com mais três “pratas da casa” do clube – Gabriel Barbosa, Neilton e Victor Andrade.


“Não conversei (com Claudinei Oliveira), acabou o jogo, tomei meu banho, fui para casa. Deixo para ele que estou treinando forte, esperando minha oportunidade, e quando chegar, tenho que estar preparado, agarrar com as duas mãos, e não deixar escapar”, disse Geuvânio.


Geuvânio tem contrato com o Santos até dezembro de 2016. A revelação santista foi emprestada para o Penapolense no primeiro semestre, quando disputou o Campeonato Paulista. Em seguida, o atacante quase se transferiu para o Academia de Coimbra, de Portugal, mas o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, proibiu a transferência e renovou o contrato do atleta.

Jornal Midiamax