Geral

Atacante de uma chance só, Fred diz que ficou parado de propósito

Fred teve apenas uma chance clara de gol no jogo desta segunda-feira contra a Rússia. Bastou para ele balançar as redes e garantir o empate brasileiro por 1 a 1 no Stamford Bridge, já nos minutos finais da partida. Até então, o atacante pouco tinha aparecido no jogo. Mais preso na área, Fred disse que […]

Arquivo Publicado em 26/03/2013, às 01h50

None

Fred teve apenas uma chance clara de gol no jogo desta segunda-feira contra a Rússia. Bastou para ele balançar as redes e garantir o empate brasileiro por 1 a 1 no Stamford Bridge, já nos minutos finais da partida.

Até então, o atacante pouco tinha aparecido no jogo. Mais preso na área, Fred disse que a falta de movimentação foi proposital, mas a recompensa pela estratégia, que poderia render muitas críticas em caso de derrota, veio com o gol.

“Se eu saísse, seria mais um longe do gol. Senti que deveria focar na área. Minha função é essa. É claro que eu quero fazer tabela, deixar meu companheiros na cara do gol, mas quando encontramos um campo duro, pequeno, é uma bola só. Tinha oportunidade de sair mais da área, mas como tínhamos quatro, cinco jogadores no meio, resolvi ficar por ali”, afirmou.

Fred deixou o campo com números que comprovam seu oportunismo. Segundo a Footstats, o atacante deu 14 toques na bola nos 24 segundos que esteve com ela no pé. Perdeu quatro vezes o domínio e marcou na única finalização em todo o jogo.

Este foi o terceiro gol em três jogos de Fred desde que Felipão assumiu o time. A ótima média faz com que o atacante seja nome garantido no time que vai disputar a Copa das Confederações em junho.

Até lá, Fred terá mais quatro amistosos para mostrar seu futebol. O atacante é nome certo para as convocações contra Bolívia e Chile, quando apenas quem atua no Brasil será chamado, e deve enfrentar em junho Inglaterra e França já como parte do grupo da Copa das Confederações.

Jornal Midiamax