Geral

Após mensagem por SMS, sindicato flagra comércio aberto irregularmente em shopping

O sindicato dos Empregos do Comércio de Campo Grande (SECCG) realizou na manhã deste sábado (2), uma batida em virtude de uma denúncia recebida via SMS (mensagem de celular) de funcionários da Ri Happy, tradicional loja de brinquedos, informando que as lojas do Shopping Campo Grande e do Shopping Norte Sul iriam funcionar normalmente neste […]

Arquivo Publicado em 02/11/2013, às 16h36

None
1397057372.jpg

O sindicato dos Empregos do Comércio de Campo Grande (SECCG) realizou na manhã deste sábado (2), uma batida em virtude de uma denúncia recebida via SMS (mensagem de celular) de funcionários da Ri Happy, tradicional loja de brinquedos, informando que as lojas do Shopping Campo Grande e do Shopping Norte Sul iriam funcionar normalmente neste feriado.

Ao chegar ao local, o diretor do sindicato André Luis da Silva Garcia constatou que as denúncias tinham fundamento e o estabelecimento estava aberto. De acordo com André, a Ri Happy infringiu o acordo com o sindicato e está agindo contra a Lei 11.603/2007 que autoriza o trabalho aos domingos e, para os feriados, é necessário que haja convenção coletiva autorizando, o que não existe em relação aos demandados.

De acordo com o gerente da Ri Happy do Shopping Campo Grande, a ordem do funcionamento é determinação da diretoria nacional da empresa.

Outro membro do sindicato, Euvídeo Barbosa dos Santos Filho, relatou que recebeu uma mensagem de uma funcionária da Ri Happy dizendo que a loja já saberia dessa batida e a informação passada para os funcionários é que eles iriam ficar fazendo balanço até a fiscalização ir embora. Além disso, o estabelecimento registrou o CPF de todos os funcionários que estão trabalhando na loja neste feriado.

A diretoria do sindicato disse que irá levar a denúncia para os órgãos competentes na próxima segunda-feira (4), e ter um posicionamento da Ri Happy para saber do porque do funcionamento no Dia de Finados. A loja de brinquedos terá um prazo para se manifestar quanto ao fato e caso seja punida, a multa imposta pode chegar a meio salário mínimo para cada funcionário que trabalhou durante o feriado.

A administração do Shopping Campo Grande não permitiu a entrada da reportagem no local para acompanhar a denúncia. Segundo a assessoria de imprensa do shopping todos os comerciantes foram informados que hoje não seria permitido o funcionamento das lojas, mas a Ri Happy informou que iria abrir do mesmo jeito, mesmo sabendo da lei porque era uma determinação da diretoria nacional.



Jornal Midiamax