Geral

Zagueiros marcam e comandam “passeio” do São Paulo sobre o Botafogo-SP na estreia

O São Paulo ‘passeou’ no Morumbi. Com um desempenho intenso desde o primeiro tempo mesmo com a forte chuva que caiu neste domingo, o Tricolor derrotou o Botafogo-SP por 4 a 0 com direito a dois gols de zagueiro: Rhodolfo e Edson Silva. O fácil triunfo do São Paulo serviu para os jogadores homenagearem o […]

Arquivo Publicado em 22/01/2012, às 21h22

None
1823461736.jpg

O São Paulo ‘passeou’ no Morumbi. Com um desempenho intenso desde o primeiro tempo mesmo com a forte chuva que caiu neste domingo, o Tricolor derrotou o Botafogo-SP por 4 a 0 com direito a dois gols de zagueiro: Rhodolfo e Edson Silva.


O fácil triunfo do São Paulo serviu para os jogadores homenagearem o goleiro Rogério Ceni, que completou 39 anos neste domingo e corre risco de ter que operar para tratar de sua lesão no ombro direito. Se isso acontecer, o capitão poderá ficar até seis meses fora dos gramados.


O São Paulo imprimiu seu ritmo desde o início da partida, e terminou vencendo ‘apenas’ por dois gols de diferença por falhar nas finalizações, principalmente com o atacante Fernandinho, e pela boa atuação do goleiro Marcio, que evitou o placar mais dilatado com boas defesas.


Depois de perder inúmeras chances, o São Paulo conseguiu um gol sofrido com o zagueiro Rhodolfo de cabeça, e outro com Cicero que escorou sozinho e dentro da área bom cruzamento de Fernandinho.


“O time está bem, mas tem que fazer mais gols, senão leva gol. Está bem, conseguiu fazer dois gols, mas tem que ter tranquilidade, pois o campo está pesado”, recomendou o zagueiro Rhodolfo na saída para o intervalo.


Na segunda etapa, o São Paulo continuou jogando como quis, com muita tranquilidade. De tanto tentar, o Tricolor chegou ao terceiro gol com o zagueiro Edson Silva, que marcou seu tento logo na estreia.


O técnico Emerson Leão promoveu as entradas dos volantes Casemiro e Juan nas vagas de Denilson e Fernandinho. O São Paulo ficou mais atrás, e o jogo caiu de ritmo. Mas após lambança da defesa do Botafogo-SP, a bola entrou em gol contra: 4 a 0 e a fatura liquidada, com direito a olé no fim.


Jornal Midiamax