Geral

Waldemar Lemos quer conversar com Hamilton antes de clássico

Antes de comandar seu primeiro treinamento na Ilha do Retiro, o treinador Waldemar Lemos deu entrevista e falou sobre seus planos para recuperar a equipe do Sport. Apesar do alto investimento, o time pernambucano soma apenas 14 pontos e tem 25% de aproveitamento. “Vou procurar o máximo dar continuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido”, […]

Arquivo Publicado em 26/08/2012, às 19h03

None

Antes de comandar seu primeiro treinamento na Ilha do Retiro, o treinador Waldemar Lemos deu entrevista e falou sobre seus planos para recuperar a equipe do Sport. Apesar do alto investimento, o time pernambucano soma apenas 14 pontos e tem 25% de aproveitamento. “Vou procurar o máximo dar continuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido”, disse ele, ressaltando que irá aos poucos colocando o seu método de trabalho.


Sobre o seu modo de agir, que muitos acham que não combina com a atual situação do Sport, ele explicou: “sou calmo, mas tudo tem limite. Mas preferencialmente que a gente tenha calma para tomar as decisões corretas e não viver no desespero, porque isso não leva ninguém a lugar nenhum. Você arranja é úlcera”.


O treinador admitiu o desejo de conversar com o volante Hamilton, que foi afastado do elenco por indisciplina, mas o executivo de futebol do clube, Cícero Souza, mostrou que não será fácil para Waldemar caso queira fazer com que o ex-ídolo da torcida volte a atuar com a camisa rubro-negra.


Hamilton fez uma falta muito grave. Se negou a participar de uma partida, então essa falta foi punida em determinado momento. Vamos conversar com Waldemar, mas as informações são mais importantes do que até mesmo a opinião dele, já que (o treinador) não estava aqui”, declarou.


Sobre o fato de estrear numa partida contra seu ex-clube, o treinador disse que “vejo com muito prazer estar trabalhando aqui. Agora é diferente, não é por ser o Náutico, porque a gente vai ter que jogar para ganhar jogos e não tem outra maneira. Pode ser contra o A o B, qualquer um, é assim que a nossa postura tem de ser”.

Jornal Midiamax