Geral

Viúvas de Bin Laden são indiciadas por entrada ilegal em País

As três viúvas de Osama bin Laden, presentes na casa em que o líder da Al-Qaeda morreu em maio do ano passado em uma ação de um comando americano no Paquistão, foram indiciadas por entrada ilegal neste país, onde estão detidas. O ministro do Interior, Rehman Malik, não revelou quando as mulheres, uma iemenita e […]

Arquivo Publicado em 08/03/2012, às 15h44

None

As três viúvas de Osama bin Laden, presentes na casa em que o líder da Al-Qaeda morreu em maio do ano passado em uma ação de um comando americano no Paquistão, foram indiciadas por entrada ilegal neste país, onde estão detidas.

O ministro do Interior, Rehman Malik, não revelou quando as mulheres, uma iemenita e duas sauditas, foram indiciadas, nem quando começará o processo.

No dia 2 de maio de 2011, um comando da unidade de elite dos Navy Seals americanos desceu de helicóptero em Abbottabad, cidade militar a duas horas de estrada de Islamabad, e matou Bin Laden, um de seus filhos e dois mensageiros.

A mais jovem das mulheres, iemenita, e a mulher de um dos mensageiros foram feridas a tiros. O corpo do líder da Al-Qaeda foi levado pelo comando e jogado no mar em algum ponto do alto mar a partir de um navio de guerra americano, segundo Washington.

As três viúvas e vários filhos de Bin Landen permanecem no Paquistão. A acusação de entrada ilegal em território paquistanês é aplicada apenas a adultos, explicou Malik.

Jornal Midiamax