Geral

Vendedor morre em tiroteio de gangues rivais no Jardim Centenário em Campo Grande

Vítima estaria entrando em uma loja de roupas e calçados quando foi atingida por uma bala na testa e morreu na hora. Polícia está no local.

Arquivo Publicado em 29/08/2012, às 19h31

None
1252224303.jpg

Vítima estaria entrando em uma loja de roupas e calçados quando foi atingida por uma bala na testa e morreu na hora. Polícia está no local.

Troca de tiros entre guangues, segundo moradores do bairro Jardim Centenário, acabou atingindo o vendedor de roupas e calçados Adenir dos Santos, 46 anos. A vítima estava na porta de uma loja quando foi atingida com um tiro na testa e morreu na hora.

Seus pais chegaram ao local, vendo apenas o seu carro estacionado na rua Santa Quitéria. A rua foi fechada. O tiroteio começou em frente a uma casa há 50 metros de onde Adenir foi atingido. Ao todo foram encontradas sete cápsulas de revólver calibre 38.

O pai da vítima Dalmo dos Santos, disse que tomou café da manhã com o filho, que é vendedor de lingerie e mora em Araçatuba (SP).

Segundo a polícia, o autor dos disparos e outros dois comparsas fugiram em um Chevete placas LYB 0283, de Campo Grande. As outras pessoas que participaram do tiroteio fugiram a pé e em bicicletas. A polícia militar e civil foi acionada, isolando as ruas para o trabalho de investigação e da perícia.

O Chevete foi abandonado  em uma casa, a quatro quadras do local do crime e a polícia suspeita que o trio fugiu a pé para região do bairro do Dom Antônio Barbosa.

*Atualizada às 17h19 para acréscimo de informações.

Jornal Midiamax